Migração da AM para FM; rádios do sertão serão beneficiadas a exemplo da Progresso de Sousa

terça-feira, 8 de novembro de 20160 comentários


Aconteceu nesta segunda-feira(07), a solenidade de assinatura de aditivo de migração de AM para FM no Palácio do Planalto. A cerimônia foi presidida pelo presidente da República Michel Temer e contou com a presença do ministro Gilberto Kassab e de dirigentes de 189 emissoras de rádio que oficializaram a nova frequência radiofônica, além de parlamentares que se empenharam que a migração fosse possível, a exemplo do deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) e o senador Raimundo Lira (PMDB) e proprietários de rádios que migrarão para o FM.

Assinaram o Aditivo para migração, as rádios Panaty de Patos, Borborema de Campina Grande, Rádio Bom Sucesso de Pombal, Rádio Progresso de Sousa, Rádio Santa Maria de Monteiro e Rádio Princesa de Princesa Isabel.

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) tem auxiliado os radiodifusores da Paraíba para que as emissoras de rádio AM pudessem migrar para FM. Gouveia articulou encontros de empresários paraibanos com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, para dar prosseguimento a mudança nas rádios do Estado.

Rômulo destacou a importância das rádios para a sociedade, por ser o veículo de comunicação de maior alcance no país, responsável por levar informação, entretenimento e educação aos mais difusos recantos do Brasil. Gouveia ainda lembrou as dificuldades que os proprietários das rádios vinham enfrentando e se colocou a disposição dos radiodifusores para auxiliar na migração de espectro. “A adaptação era uma reivindicação antiga dos radiodifusores, já que as rádios AM vinham enfrentando queda de audiência e de faturamento devido à perda de qualidade do sinal. Com a mudança de frequência, as rádios AM ganham mais qualidade de sinal, além de poderem ser sintonizadas em celulares e tablets”, disse o deputado, se colocando a disposição de outras emissoras.

Nas localidades com espectro cheio, o Ministério das Comunicações esclareceu que as emissoras terão de aguardar a liberação do espaço que vai ocorrer com a digitalização da TV no país. Os canais 5 e 6, que hoje são ocupados por canais de TV analógicos, serão desocupados e destinados à FM. Hoje, as FMs são sintonizadas na faixa de 87.9 MHz a 107.9 MHz. Com a liberação dos canais, essa frequência será estendida de 76 MHz a 107.9 MHz.

Das 1.781 emissoras AM do Brasil, 1.384 pediram para migrar a frequência. Desse total, 948 possuem canal previsto no Plano Básico da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). As outras 436 rádios estão no chamado lote residual, em áreas onde o espectro não possui espaço disponível. Nesses casos, as estações devem esperar o desligamento do sinal analógico de televisão em suas regiões.

Minas Gerais permanece como o estado com mais emissoras aptas para migrar (22). Em seguida, estão as emissoras de São Paulo (19), Santa Catarina (17), Paraná (14), Mato Grosso (13), Bahia (12), Ceará (12) e Rio Grande do Norte (11), além das rádios de outros estados constantes da lista.


Compartilhe esta notícia :

ÚLTIMAS VISITAS

WHATSAPP CZAGORA

WHATSAPP CZAGORA

Seguidores

TV DIÁRIO DO SERTÃO

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. Cz Agora - Todos os Direitos Reservados
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger