quarta-feira, 28 de setembro de 2016

PESQUISA ELEITORAL: Consult aponta Denise 48,2% contra 37,4% de Zé Aldemir na disputa



Se as eleições para prefeitura de Cajazeiras fossem hoje, a candidata Drª Denise (PSB) teria 48,2% das intenções de voto, enquanto seu concorrente, Zé Aldemir (PP), ficaria com 37,4% dos votos - quase 11 pontos a menos. É o que diz pesquisa do Instituto Consult realizada nos dias 25 e 26 de setembro envolvendo 500 entrevistados. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número: PB – 09208/2016.

Estimulada

A pesquisa coloca a candidata socialista com 48,2% das intenções de voto, com Zé Aldemir vindo atrás com 37,4% e, em último, Antônio Gobira (Psol) com 5,6%. 3% das pessoas não escolheram ninguém e 5,8% não soube dizer.

Não estimulada

Nesse segmento da pesquisa, Drª Denise apareceu com um número percentual menor, mas com a vantagem ampliada, com mais de 11% de vantagem. Veja:
Drª Denise (PSB): 46,8%; 
Zé Aldemir: (PP): 35%; 
Antônio Gobira (Psol): 6%; 
Outro (a): 0,2%; 
Nenhum: 4% ;
Não soube dizer: 8%.

A pesquisa tem margem de erro de 4,3 pontos percentuais e a confiabilidade dos números é de 95% e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número: PB – 09208/2016


FONTE: WSCOM

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Em Cajazeiras; Mulher vai parar em baixo de caminhão caçamba e escapa por milagre - VEJA O VÍDEO


Por pouco não aconteceu uma tragédia na manhã desta quarta-feira (21), na Av. Eng. Carlos Pires de Sá, confluência com a rua Padre José Tomáz (Ladeira do Cemitério),

Uma mulher identificada como Claudivânia da Silva Pessoa, conhecida como "Linda Morena, foi parar em baixo de um caminhão caçamba. O motorista conseguiu frear a tempo, evitando que o veículo a esmagasse.
As equipes do Corpo de Bombeiros e Samu estiveram no local realizando os primeiros socorros. A vítima foi imobilizada e conduzida ao HRC com vários ferimentos.


De acordo com informações obtidas no local, no momento do acidente a jovem estava parada ao lado da caçamba, aguardando o semáfaro abrir, quando de repente um veículo Saveiro de cor branca, trancou a motocicleta, derrubando a vítima que foi arrastada para debaixo da caçamba. As pessoas que presenciaram o acidente, contam a mulher escapou por um milagre.

VEJA O VÍDEO


CzAgora

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Heraciel de Sousa, vinte e dois anos de dedicação a NPR em Cajazeiras – PB

Heraciel de Sousa/Foto Alto Sertão.com.br
A nossa entrevista dessa semana conta um pouco da trajetória de um jovem na idade, mas veterano no rádio. Trata-se do competente Heraciel de Sousa Braga, 42 anos, radialista e uma história de profunda identidade com a NPR em Cajazeiras – PB.

Heraciel fala da importância de José Adegildes Bastos, para o soerguimento da radiofonia na cidade de Cajazeiras, ”onde para ele tudo tem haver com a rica história dos 56 anos de existência da NPR- (Norte Publicidades Radiofônicas)”.

”O radialista fala com alegria e satisfação dos 22 anos que atua no Sistema, levando comunicação para diversos bairros da cidade de Cajazeiras, com grande amplitude através de linhas físicas”.

A NPR e toda zona sul da cidade de Cajazeiras, se irmanam principalmente quando o ponteiro do relógio marca 18 horas, não dar para passar na parte sul da cidade, sem ouvir o tradicional som do sistema que ensinou a cidade a fazer rádio. Parabéns NPR pelos seus 56 anos.

Confira o Vídeo na Entrevista da Semana.



Edição de vídeo/João Antonio- Reportagem/Beto Cézar



Portal Alto Sertão.com.br- A notícia com responsabilidade

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

'Bode Gaiato' volta ao ar no Facebook e criador faz Zuckerberg 'dormir de couro quente'

Retorno ao Facebook foi comemorado


Menos de 24h após ser retirada do ar, a página de humor ‘Bode Gaiato’ foi liberada pelo Facebook nesta quarta-feira (14). A volta ao ar foi com bom humor e brincadeira com o dono da rede social.

O retorno da página foi com bom humor, já que o criador do ‘Bode Gaiato’, Bruno Melo, postou um “testando”, levando os seguidores à loucura, alcançando mais de 62 mil curtidas.

Em outra postagem, que pode ser conferida abaixo, o ‘Dona Zefinha’, uma das principais personagens da página, ensinou Mark Zuckerberg, criador do Facebook, a “nunca mais tirar a página do ar”.




Foto: Zuckenberg foi "durmir de couro quente"
Créditos: Reprodução/Facebook

Atualmente, o ‘Bode Gaiato’ conta com mais de 6,8 milhões de curtidas.

Começa a ser pago o abono salarial do PIS/Pasep do mês de setembro

Divulgação/Secom-JP
PIS/Pasep
O abono salarial do PIS/Pasep do calendário 2016/2017, para os nascidos no mês de setembro, começa a ser pago nesta quinta (15). Os saques poderão ser feitos nas agências da Caixa, do Banco do Brasil, de casas lotéricas ou, se estiverem com o cadastro em dia, os trabalhadores poderão receber em conta-corrente a partir desta sexta (16), informou o Ministério do Trabalho. O PIS é o Programa de Integração Social e o Pasep é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

No total, R$ 14,8 bilhões estão disponíveis dentro do novo calendário, ano-base 2015 e, segundo o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, o governo manterá o esforço para que todos os trabalhadores efetuem o saque, preferencialmente dentro do respectivo mês de pagamento. De acordo com o ministro, o abono é um direito do trabalhador e 22,3 milhões de pessoas deverão receber dentro do novo calendário.

Neste ano, recebem o benefício os nascidos entre julho e dezembro. Já os trabalhadores nascidos entre janeiro e junho, receberão no primeiro trimestre de 2017. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2017, prazo final para o recebimento.

O calendário pode ser consultado no site do Ministério do Trabalho na internet.

O cálculo do valor do abono salarial segue as novas regras definidas por lei. O pagamento será proporcional aos meses trabalhados durante o ano-base. Ou seja, quem trabalhou durante apenas um mês, receberá o equivalente a 1/12 do salário-mínimo e assim sucessivamente. A fração igual ou superior a 15 dias de trabalho será contada como mês integral, destaca o Ministério do Trabalho.

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais, com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2015, e que tenham sido informados corretamente na Relação Anual de Informação Social (Rais). Do exercício 2015/2016, ano-base 2014, 990 mil trabalhadores ainda têm direito a saque. O prazo foi prorrogado até 30 de dezembro de 2016. Confira aqui o calendário do ano-base 2014.

Domingos Montagner, de 'Velho Chico', morre aos 54 anos


Domingos Montagner como o personagem Santo, da novela 'Velho Chico' (Foto: Pedro Curi/TV Globo)

Domingos Montagner, o Santo da novela "Velho Chico", da TV Globo, morreu nesta quinta-feira (15). O ator de 54 anos gravou cenas de "Velho Chico" na parte da manhã, em Alagoas. Após o término da gravação, ele almoçou e, em seguida, foi tomar um banho de rio.

As equipes de busca localizaram o corpo do ator, preso nas presas, a trinta metros de profundidade, perto da Usina de Xingó, na Região de Canindé de São Francisco.

Durante o mergulho, não voltou à superfície. A atriz Camila Pitanga, que estava no local, avisou à produção, que iniciou imediatamente as buscas pelo ator. Helicópteros do Grupamento Tático Aéreo, Policia Militar, Corpo de Bombeiros e pescadores da região ajudaram nas buscas.

Nesta semana, a novela também teve cenas gravadas em Piranhas (AL).

O ator paulistano começou sua carreira artística trabalhando no teatro e em circos. Ele atuou em treze programas de TV, entre séries e novelas, além de nove filmes. Alguns papéis de destaque foram o Capitão Herculano Araújo de "Cordel Encatado" (2011) e o presidente Paulo Ventura de "O brado retumbante" (2012).

Ele também chamou atenção como o Zyah de "Salve Jorge" (2012) e João Miguel de "Sete Vidas (2015). O ator estava no ar como o Santo de "Velho Chico" (2016).

Montagner conta, em seu site oficial, que iniciou sua carreira no teatro, através do curso de interpretação de Myriam Muniz, e no Circo Escola Picadeiro.

Em 1997, formou o Grupo La Mínima, com Fernando Sampaio. A Noite dos Palhaços Mudos, de 2008, lhe rendeu o Prêmio Shell de Melhor Ator. Em 2003, criou o Circo Zanni, do qual foi diretor artístico.

O primeiro papel na TV foi no seriado "Mothern" (2006), do GNT, canal da TV por assinatura. A estreia na Globo foi também em seriados: "Força Tarefa", "A Cura" e "Divã". A primeira novela, "Cordel Encantado", foi em 2011. No ano seguinte, estreou no cinema, com uma participação no longa "Gonzaga - de Pai Pra Filho", de Breno Silveira.

Veja a lista com os principais filmes, novelas e seriados da carreira de Domingos Montagner:

TV
“Mothern” (2008)
“Força tarefa” (2010)
“A cura” (2010)
“Divã” (2011)
“Cordel encantado” (2011)
“O brado retumbante” (2012)
“Salve Jorge” (2012)
“Joia rara” (2013)
“Sete vidas” (2015)
“Romance policial – Espinosa” (2015)
“Velho Chico” (2016)

Cinema
“Gonzaga, de pai para filho” (2012)
“A grande vitória” (2014)
“Através da sombra” (2015)
“De onde eu te vejo” (2016)
“Vidas partidas” (2016)
“Um namorado para minha mulher” (2016)
Domingos Montagner como o personagem Santo, da novela 'Velho Chico' (Foto: Caiuá Franco/TV Globo)


G1

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Filme com cenas de canibalismo faz público passar mal em festival no Canadá

(Foto: Divulgação)

"Raw", da diretora francesa Julia Ducournau, foi exibido no Festival de Toronto

O polêmico longa-metragem "Raw", da diretora francesa Julia Ducournau, fez pessoas desmaiarem durante a sua exibição no Festival de Cinema de Toronto, no Canadá. O filme possui cenas explícitas de canibalismo e foi exibido em uma sessão à meia-noite de terça-feira (13).

Segundo informações do site "The Hollywood Reporter", o impacto causado pelas cenas foi tamanho que médicos precisaram ser acionados no local. "Uma ambulância teve que ser chamada ao local assim que o filme se tornou demais para alguns clientes", disse o responsável pela comercialização do longa no Festival de Toronto, Ryan Werner.

Estrelado pela atriz Garance Marillier, "Raw" venceu em maio o prêmio da Federação Internacional de Críticos de Cinema em Cannes. A produção franco-belga conta a história de uma estudante universitária vegetariana que, aos poucos, vai desenvolvendo o gosto por carne humana.

Ainda de acordo com o "The Hollywood Reporter", a Warner afirmou reação semelhante aconteceu na época do lançamento de "Anticristo", do diretor Lars von Trier. "Raw" deve estrear no circuito comercial em 2017 e ainda não tem previsão de quando chegará ao Brasil.

PRF apreende na Bahia 128 kg de maconha que vinha de São Paulo para Cajazeiras. Tio e sobrinho foram presos.

Polícia Rodoviária Federal descobriu carga escondida em ônibus
 que iria de São Paulo para Cajazeiras, na Paraíba

Um homem foi preso e um adolescente de 17 anos, apreendido, por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), suspeitos de transportar 128 quilos de maconha. O flagrante ocorreu em Vitória da Conquista, Centro-Sul baiano, no fim da tarde desta terça-feira (13), no km 830 da BR-116. A ação faz parte do combate à criminalidade pelo Grupo de Policiamento Tático da Delegacia da PRF.


Droga seria transportada de São Paulo para Cajazeira, na Paraíba (Foto: Divulgação/PRF)

Tio e o sobrinho adolescente foram descobertos durante uma abordagem a um ônibus interestadual de turismo, que seguia de São Paulo para a cidade de Cajazeiras, na Paraíba. A droga estava escondida em duas caixas de papelão e duas malas que foram colocadas no compartimento de bagagens do veículo. Foram encontrados 255 tabletes e cinco pacotes com pedaços pequenos.

De acordo com a PRF, a droga pertencia ao homem de 31 anos, que não teve a identidade divulgada, e seu sobrinho, de 17. A dupla receberia pagamento pelo transporte do material ao chegar no município paraibano. Os dois foram encaminhados para a delegacia de polícia judiciária local, onde responderão pelo crime de tráfico de drogas.


CzAgora com www.correio24horas.com.br/

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Cabo da PM candidato a vereador em Cajazeiras registra em cartório doação integral de salário caso eleito

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR


No sertão da Paraíba, uma situação inusitada. Candidato a vereador no município de Cajazeiras, o cabo PM Aldo (PP), registrou em cartório que doará todo o salário de vereador caso seja eleito. A doação, segundo ele, será feita à instituições de caridade durante todo o mandato parlamentar, que é de quatro anos.

As instituições beneficiadas seriam, o Lar dos Idosos do Grupo Espírita Kardecista O Reencontro, localizado em Cajazeiras, e o Hospital Napoleão Laureano, referência no tratamento do câncer, localizado na capital João Pessoa.
 
O compromisso foi registrado em cartório, na última sexta-feira (09-09), por meio de um “Contrato de doação com cláusula suspensiva"”.

Ao comentar sobre a proposta, o candidato aproveitou para desafiar os demais candidatos, principalmente os que disputam a reeleição, a também doarem pelo menos metade de seus salários para instituições de caridade de Cajazeiras.

O Cabo PM Aldo, concorre à Câmara Municipal de Cajazeiras junto com outros 108 candidatos a uma das 15 vagas no Poder Legislativo municipal.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

PROGRAMAS PARA MAIORES DE 18 ANOS PODERÃO PASSAR EM QUALQUER HORÁRIO

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a regra que obriga emissoras de televisão a veicular seus programas de acordo com o horário recomendado pela classificação indicativa é inconstitucional. A maioria dos ministros entendeu que a imposição prévia de horário é ilegal por se configurar como uma censura prévia à programação das TVs.

As emissoras ainda são obrigadas a exibir caracteres sobre a classificação dos programas de forma informativa, mas podem veicular os programas na hora em que quiserem. A classificação indicativa está prevista na Constituição e determinava horários específicos para os programas de acordo com a classificação. A emissora que descumprisse essa regra, pagaria multa e teria o programa suspenso.

Em 2011 o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) entrou com ação no STF questionando a medida. “O modo como se veicula a indicação, no meu entender, é absolutamente ineficiente nos programas de televisão. Isso certamente reclama medidas no sentido de aperfeiçoar o sistema. Normalmente, a indicação vem no início do programa, mas no decorrer não há nenhuma indicação”.

Os ministros Marco Aurélio e Celso de Mello também acompanharam a manifestação de Zavascki.Em 2011, quatro ministros já haviam votado, Dias Toffoli, o relator; Ayres Britto, aposentado; Luiz Fux e Cármen Lúcia. Tofolli votou no sentido de que as emissoras não são obrigadas a seguir horários e só podem ser punidas caso não indiquem a faixa etária a qual o programa é destinado em seu início. A ação do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) teve apoio da Associação Brasileira das Emissoras de Rádio e Televisão (Abert).


Fonte: Voz da Bahia

GOVERNO VAI PROPOR APOSENTADORIA AOS 65 ANOS PARA HOMENS E MULHERES

O governo do presidente Michel Temer vai propor, em um texto que será enviado para análise do Congresso Nacional, que a idade mínima para a aposentadoria seja de 65 anos, seja para homens como para mulheres. A proposta de reforma da Previdência Social já está pronta e caberá a Temer decidir quando enviar para o Legislativo.

Pela proposta, tanto os servidores públicos quando os trabalhadores da iniciativa privada só poderão se aposentar aos 65 anos de idade.

A nova regra só valeria para os trabalhadores com menos de 50 anos. Quem tem mais de 50 anos, ficaria sob o regime atual, mas teria de pagar um “pedágio” proporcional ao tempo que falta para a aposentadoria.

De acordo com o texto, mulheres e professores teriam um tratamento diferenciado. Para eles, a idade de transição não seria de 50 anos, mas 45. O tempo de contribuição, pela proposta, teria peso para o valor do benefício.

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, explicou ao Jornal Nacional que o ponto de partida do governo é convencer a sociedade da urgência da reforma previdenciária. Segundo o governo, o déficit da Previdência é crescente e deve chegar a R$ 200 bilhões em 2017.

“A gente, quando tem dúvida, veja como o mundo resolveu essas questões. O mundo resolveu com a idade mínima. O Brasil não vai querer ser o ‘Joãozinho’ do passo certo. Também vai resolver com idade mínima, porém nós não vamos criar esse sistema agora”, explicou Padilha. “No primeiro sistema previdenciário de 1934 do governo do presidente [Getúlio] Vargas, a idade mínima era 65 anos e lá a expectativa de vida era 37 anos. Hoje, nós queremos os mesmos 65 com uma expectativa de vida de 78 anos. [...] A capacidade da União pra poder fazer essa reposição, ela está no limite. Nós temos que encontrar uma forma de estabilizar num primeiro momento e depois cair essa responsabilidade”, disse.


Fonte: Voz da Bahia

GOVERNO TEMER VAI MUDAR REGRAS DE ACESSO E PERMANÊNCIA NO BOLSA FAMÍLIA

Quem pretende dar entrada no programa Bolsa Família precisam ficar atento. Um decreto está sendo finalizado pelo governo Michel Temer e vai mudar as regras de acesso e permanência no projeto. No momento da inscrição, os dados dos futuros beneficiários vão ser cruzados em seis bases de dados. A medida é para evitar falsas declarações de renda.


Além disso, todos os integrantes da família vão ter de ter CPF e a tolerância para quem cair na ‘malha fina’ vai ser reduzida para duas vezes. Atualmente, o benefício é perdido na terceira ocorrência. O governo defende a necessidade de colocar mas consistentes de checagem dos critérios exigidos pelo programa.


Desde maio, quando Michel Temer assumiu a presidência, ainda de forma interina, 916 mil cadastros foram cancelados. Uma fiscalização mais rigorosa determinada pela nova gestão vai desligar 600 mil famílias somente na folha de pagamento de setembro.



Fonte: Portaldenoticias.net

Candidato a prefeito diz que vai doar salário para a população se for eleito, na Paraíba

Elza Fiúza/ABr
Imagem Ilustrativa



O candidato João Inácio da Silveira (PSC), que disputa a prefeitura do município de Santa Cruz, que fica no Sertão paraibano, a 460 km de João Pessoa, disse que vai doar todo o salário de prefeito caso seja eleito.

Segundo o candidato, o que ele eventualmente ganharia como prefeito deverá servir para a compra de cestas básicas para a população carente do município.

“Meu salário como prefeito vai ser doado em cesta básica para a população. Não quero um centavo. Quero mostrar apenas um trabalho diferenciado”, disse o candidato durante entrevista a uma rádio local.

Portal Correio

Alta de imposto encarece medicamentos em 12 estados, incluindo a Paraíba

Carlos Severo/Fotos Públicas

Imagem Ilustrativa

A necessidade de os governos estaduais reforçarem o caixa em tempo de crise está custando caro a pacientes de quatro regiões do país. Desde o fim do ano passado, 12 estados aumentaram o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre medicamentos, com impacto médio de 1,2% sobre os preços.

De acordo com levantamento da Interfarma, associação que reúne 55 laboratórios em todo o país, a alíquota passou de 17% para 18% nos seguintes estados: Amapá, Amazonas, Bahia, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Sergipe e Tocantins. O imposto subiu de 17% para 17,5% em Rondônia e de 19% para 20% no Rio de Janeiro, que cobra o maior ICMS do país sobre medicamentos.

Segundo a entidade, a carga tributária média sobre os medicamentos no Brasil corresponde a 34% do preço total, uma das mais altas do mundo. A alta do ICMS, de acordo com a Interfarma, resulta em redução de descontos nas farmácias porque a indústria farmacêutica está sendo impactada por outros custos que não foram totalmente repassados em 2015, como a alta do dólar e da energia elétrica.

Para o diretor de Acesso da Interfarma, o consumidor é punido duplamente, tanto ao comprar o medicamento como ao pagar imposto mais alto que não necessariamente é aplicado em saúde. “No caso do Farmácia Popular, que é um programa muito bem-sucedido, o governo federal gasta quase R$ 3 bilhões por ano com programa, mas paga, em média, 18% de ICMS para o estado, que não abriram mão do imposto. Quase R$ 600 milhões por ano vão para o tesouro dos estados, mas não voltam à saúde”, diz.

Distorções

Segundo Bernardo, a alta do ICMS agravou as distorções na tributação dos medicamentos, que pagam mais imposto que produtos menos essenciais. “Alguns estados cobram 12% de ICMS sobre automóveis e 17% sobre cerveja, enquanto reajustaram a alíquota sobre medicamento para 18%”, ressalta. “Até medicamentos veterinários são isentos de ICMS, mas os demais tipos pagam uma das cargas tributárias mais altas do mundo.”

O coordenador do curso de Economia do Ibmec, Márcio Salvato, destaca que a tributação sobre produtos essenciais, como comida, medicamentos e combustíveis, é um dos principais meios para qualquer governo arrecadar impostos. De acordo com ele, isso ocorre porque o consumidor tem pouca margem de manobra para reduzir o consumo desse tipo de produto em caso de aumento de preço, o que os economistas chamam de baixa elasticidade de preço.

“Os produtos com baixa elasticidade de preço representam um poderoso aumento de arrecadação porque os governos sabem que o paciente não pode deixar de consumir o remédio ou que nem sempre o motorista pode trocar o carro pelo ônibus e é obrigado a pagar mais imposto. Isso ocorre em todo lugar do mundo”, explica.

Portal Correio

Mãe se joga com filho deficiente em cisterna e jovem acaba morrendo afogado, na PB

Reprodução/Instagram/Mofioficial_
Jovem morreu afogado após ser jogado em cisterna

Um jovem de 21 anos e deficiente morreu, na manhã deste domingo (4), após ser jogado pela própria mãe dentro de uma cisterna de água. O crime aconteceu no início da manhã no município de Massaranduba, no Agreste paraibano, a 119 km de João Pessoa, e a suspeita de cometer o crime foi presa em flagrante.

De acordo com a Polícia Civil em Campina Grande, a mulher teria pegado o filho no colo e se jogado, junto com ele, dentro da cisterna. Durante a ação, a suspeita teria se arrependido e tentado salvar o filho, que ainda chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu e morreu no local.

“O que soubemos é que a mulher, por algum motivo ainda não revelado, se jogou dentro da cisterna com o filho. Ela teria se arrependido e tentado salvar o jovem, mas ele não resistiu e morreu afogado. Ela foi atendida pelo Samu e encaminhada para a delegacia de Homicídios, onde vai responder pelo crime”, disse um policial civil.

Portal Correio

Técnica de transplante de medula pode diminuir fila por doadores, mas divide especialistas

Everson Bressan/SMCS (Ilustração)
Técnica ainda não chegou à PB




Uma técnica relativamente nova pode ajudar a diminuir a fila de pessoas que necessitam de transplante de medula óssea¹. Chamado de transplante haploidêntico, o método utiliza células de pessoas que não são 100% compatíveis com o receptor (ao contrário das outras duas técnicas que necessitam de 100% de compatibilidade) para que ele tenha a medula substituída. Especialistas se dividem entre defender o método e sobre os riscos de infecções.


O procedimento existe há cerca de 15 anos, mas nos últimos anos ganhou novas estratégias de aplicação e vem ganhando espaço como tratamento, de acordo com a hematologista Aline Miranda, do Centro de Transplante de Medula Óssea da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

“Na medicina, além do transplante haploidêntico, temos os transplantes autólogo, quando as células utilizadas no transplante são do próprio paciente; o alogênico, quando as células são provenientes de um doador da família (irmão); e o alogênico não-aparentado, quando o receptor recebe células de um doador que não é da família e pertence ao banco de doadores de medula óssea. Essas técnicas exigem compatibilidade de células em 100% e caso o paciente não tenha familiar compatível e não encontre doador compatível no banco de medula, ele pode ter que esperar muito tempo para encontrar esse doador e isso pode ser fatal. Com o transplante haploidêntico, conseguimos transplantar a medula de doadores de compatibilidade menor que 100% e dar esperança a quem precisa receber uma nova medula”, afirmou a médica.

No transplante haploidêntico, a incompatibilidade entre doador e receptor é barrada com a utilização de medicamentos e a realização de quimioterapia e radioterapia específicas que diminuem as chances de rejeição da nova medula.

Com esse método, o futuro transplantado pode receber células 50% compatíveis vindos do pai, da mãe e dos seus filhos, além de células com compatibilidade menor que 100% vindas do banco de medula.

“A gente tem uma grande miscigenação no Brasil, resultando em uma grande mistura genética e isso dificulta o encontro de um doador 100% compatível com o receptor. Nem sempre o receptor tem irmãos e isso também é um entrave. Então com o método haploidêntico temos chance de poder realizar o transplante em mais pessoas e conseguir diminuir a fila de espera. Geralmente temos bastante êxito com o haploidêntico, já que a taxa de rejeição nesse tipo de transplante fica entre 5% e 10%”, contou a médica Aline Miranda.

Paraibano defende método, mas fala sobre infecções

De acordo com o médico hematologista André Cunha de Oliveira, as técnicas de transplante de medula óssea têm características semelhantes, mas o tratamento e os possíveis efeitos pós-transplante são diferentes.

“No transplante autólogo, o paciente tem um linfoma, por exemplo. Se a doença desaparecer ou diminuir, nós colhemos células-tronco do paciente e ele passa por quimioterapia e outros procedimentos para destruir a medula. Após isso, ele vai receber as células-tronco que haviam sido colhidas para que essas células regenerem a medula óssea. Por isso é um tratamento em que ele recebe células dele mesmo, facilitando o processo já que são células que o organismo do paciente está adaptado”, contou André.

Nos transplantes alogênico e alogênico não-aparentado, que necessitam de 100% de compatibilidade, o paciente recebe células de outras pessoas. Por conta disso, segundo André Cunha, existe um maior risco de rejeição ou de complicações pós-transplante.

“No transplante alogênico, o paciente recebe a medula de um irmão ou de uma pessoa do banco de dados, onde é feito um procedimento alogênico não-aparentado. É uma medula diferente da qual o organismo do paciente é adaptado, então a quimioterapia é diferente e a imunossupressão (que reduz a atividade ou eficiência do sistema imunológico através de medicamentos) também. O período de internação é semelhante a do transplantado autólogo, mas o paciente é mais suscetível a infecções”, disse o hematologista.

Ainda segundo André, o transplante haploidêntico, mesmo sendo o que pode mudar a realidade da fila de espera por uma medula, é o que mais tem possibilidade de infecção e de demora na recuperação pós-transplante.

“No haploidêntico o grau de estranheza do organismo para com as novas células é maior, pois a compatibilidade não é 100%. Com isso é necessário mais medicamentos e imunossupressão do que nos outros transplantes. Além disso, o risco de infecção também é maior. Porém, a grande importância do transplante de medula óssea haploidentico é que, teoricamente, todo paciente com pai ou mãe vivo teria um doador potencial. Isso é fundamental e importante para diminuição da fila de espera por uma nova medula”, frisou André Cunha.

Paraíba segue sem realizar transplantes

Mesmo com o Hospital Napoleão Laureano atendendo a pacientes de câncer e com doenças do sangue, a Paraíba continua sem condições de realizar o transplante de medula óssea. Segundo o diretor-geral do Laureano, o Ivo Sérgio, o hospital não tem condições de oferecer o serviço de transplante ainda porque o procedimento é caro e necessita de um laboratório dedicado ao procedimento.

“O Laureano não consegue oferecer o transplante ainda porque o serviço é extremamente caro. Exige um laboratório para verificar as possibilidades de compatibilidade, equipes dedicadas e uma quantidade mínima de transplantes por mês. Aqui nós tratamos pela quimioterapia, mas os pacientes paraibanos que precisam receber novas medulas são enviados para fazer o transplante em Recife (PE) ou São Paulo (SP)”, disse o diretor-geral.

A necessidade do Estado ter um hospital que realize o transplante de medula óssea também é levantada pelo hematologista André Cunha. Para ele, mesmo com a necessidade, a previsão é de que os transplantes não vão ser realizados tão brevemente na Paraíba.

“Não vejo uma previsão do transplante ser realizado aqui. O que se pode implantar mais brevemente é o autólogo, que tem um grau de complexidade bem menor do que o haploidêntico. Na Paraíba não dispomos de nenhum serviço de transplante, apesar da extrema necessidade de implantação. Porém, o hospital que oferecer o serviço tem que ter todo apoio de infraestrutura e investimentos já que a complexidade do procedimento é relativamente alta. Com tudo isso, é necessário implantar o serviço porque a quantidade de pessoas que esperam por esse transplante é grande e muita gente morre na fila”, concluiu André.


Ao Portal Correio, a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Estado informou que as pessoas que necessitam de transplante na Paraíba recebem acompanhamento médico, passam por exames e realizam o transplante através do programa Tratamento Fora do Domicílio (TFD)

Segundo a SES, o serviço fornece passagens para atendimento médico especializado de diagnose, terapia ou cirúrgico em alta complexidade, a ser prestado a pacientes atendidos exclusivamente pelo SUS, em outros estados, além de ajuda de custo para alimentação e pernoite de paciente e acompanhante, se necessário.


Seja um doador

Os interessados em doar medula óssea na Paraíba devem se cadastrar no Hemocentro de João Pessoa e Campina Grande e nos Hemonúcleos espalhados pelos municípios de Piancó, Picuí, Monteiro, Patos, Itaporanga, Cajazeiras, Guarabira, Catolé do Rocha, Princesa Isabel e Sousa.

“O pessoal tem muito medo de que a doação seja feita com uma furada de agulha. Atualmente, a doação da medula óssea acontece com a tomada de medicamentos pelo doador. Esse medicamentos fazem com que a medula circule pelo sangue, possibilitando que a gente colha o sangue e possa fazer o transplante. Não existe desconforto para o doador”, afirmou a médica Aline Miranda.


¹Medula óssea - A medula óssea é um tecido líquido-gelatinoso que ocupa o interior dos ossos. Ela é responsável pela produção de hemácias, leucócitos e plaquetas que circulam no sangue.


Fonte: Portal Correio

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Bolsas de estudo pelo Educa Mais Brasil estão disponíveis no estado da Paraíba; Em Cajazeiras há oportunidades

Foto: Divulgação

Estudar em uma rede particular de ensino, no cenário atual do país, poderia ser um sonho distante e fora da realidade de muitos brasileiros, mas a realização pessoal se torna cada vez mais próxima com a abertura das inscrições do maior programa educacional do país, o Educa Mais Brasil. Para o segundo semestre estão disponíveis mais de 200 mil bolsas de estudos de até 70% em diversos níveis de escolaridade.
Na Paraíba estão sendo oferecidas mais de 5 mil bolsas para 2016.2. Em Cajazeiras há vagas para Graduação, Pós-Graduação, Educação Básica, Cursos Técnicos, Cursos de Idiomas, Preparatório para Concursos, Cursos Profissionalizantes e Pré-Vestibular/Enem.
Para ser beneficiado é preciso não ter condições de pagar o valor integral da mensalidade e atender aos requisitos socioeconômicos. “Esses critérios são justificados pelo objetivo do programa que é intermediar acesso à educação de qualidade àquelas pessoas que antes não tinham perspectiva de estudar sem esse benefício”, afirma Andréia Torres, Diretora de Expansão e Relacionamento do Educa Mais Brasil.

As inscrições são gratuitas e realizadas através do site oficial do programa www.educamaisbrasil.com.br. Mais informações podem ser obtidas pela central de atendimento nos telefones 4007-2020 para Capitais e regiões metropolitanas ou 0800 724 7202 para demais localidades.
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial