quinta-feira, 31 de março de 2016

Cajazeiras tem protesto contra o impeachment de Dilma; Manifestação foi destaque no Jornal Hoje da Globo - ASSISTA

Manifestantes se concentram em frente
à câmara de Cajazeiras nesta quinta-feira (31)
 (Foto: Felipe Valetim/TV Paraíba)

Manifestantes foram às ruas da cidade de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, na manhã desta quinta-feira (31), para protestar contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e pela democracia. Conforme organização do protesto, até as 8h30, aproximadamente 1.200 pessoas participavam da manifestação. A Polícia Militar confirmou 500 pessoas.

Os participantes da manifestação se concentraram em frente à Câmara de Vereadores, no Centro de Cajazeiras, por volta das 8h, munidos de cartazes e faixas. Trajando roupas vermelhas e bandeiras de partidos políticos, os integrantes do protesto pediam o afastamento do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha, e defenderam a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula.

Por volta das 9h20, os manifestantes saíram em caminhada em direção à prefeitura de Cajazeiras, onde os manifestantes ficaram até as 13h, segundo informações da Polícia Militar. Conforme levantamento dos organizadores, pelo menos representantes de 12 cidades do Sertão paraibano integram o protesto em defesa do governo. Movimentos sociais e centrais sindicais também participaram da manifestação.
Protesto saiu em caminhada pelo Centro de Cajazeiras
na manhã desta quinta-feira (31) (Foto: Felipe Valetim/TV Paraíba)
A manifestação foi destaque no Jornal Hoje da Rede Globo de Televisão para todo o País.




Do G1 PB

Tensão aumenta em Brasília: Coronel da Força Nacional de Segurança pede demissão e declara que Dilma não tem escrúpulos!

Indignado com a situação apocalíptica do país e pressionado pelo sentimento patriótico, Coronel Adilson Moreira envia e-mail a tropa comunicando decisão e criticando presidente petista.

Coronel Adilson Moreira Créditos Click RBS

“Minha família exigiu minha saída, pois não precisa ser muito inteligente para saber que estamos sendo conduzidos por um grupo sem escrúpulos, incluindo aí a presidente da República. Me sinto cada vez mais envergonhado. O que antes eram rumores, se concretizaram” diz o texto do coronel.

Aos colegas ele afirmou que sempre viveu um “conflito ético de servir a um governo federal com tamanha complexidade política”. “A nossa administração federal não está interessada no bem do país, mas em manter o poder a qualquer custo”, acusou.

Em resposta o Ministério da Justiça disse que será apurado “eventuais medidas disciplinares e judiciais contra Moreira.


Com informações do Estadão.com

quarta-feira, 30 de março de 2016

PGR denuncia 7 políticos do PP por corrupção e ocultação de bens na Lava Jato

O ex-deputado federal João Pizzolatti (PP-SC),
cerimônia na Câmara dos Deputados, em Brasília
Folhapress

A PGR (Procuradoria Geral da República) denunciou nesta quarta-feira (30) ao Supremo Tribunal Federal, na Operação Lava Jato, um grupo de sete políticos do PP por corrupção e ocultação de bens, sendo cinco atuais deputados federais e dois ex-deputados.

É a primeira denúncia da Lava Jato que abarca um número tão grande de parlamentares, todos ligados ao PP, legenda que recebia propina da diretoria de Abastecimento da Petrobras, de acordo com as investigações e delações premiadas.

Neste caso, ocorre em um momento no qual o PP negocia com a presidente Dilma Rousseff um aumento na sua participação no governo, em uma tentativa de evitar o impeachment.

Os denunciados foram os deputados Arthur Lira (PP-AL), Mário Negromonte Júnior (PP-BA), Luiz Fernando Faria (PP-MG), José Otávio Germano (PP-RS) e Roberto Britto (PP-BA), além dos ex-deputados Mário Negromonte (ex-PP-BA, também ex-ministro das Cidades) e João Alberto Pizzolatti (PP-SC).

Todos eram investigados sob suspeita de terem sido beneficiados com recursos desviados da Petrobras e, publicamente, já negaram essas acusações. A denúncia está sob sigilo.

No caso de Negromonte Júnior, além das acusações de corrupção passiva e ocultação de bens, ele também é acusado de embaraço à investigação, por depoimentos que apontaram ameaças ao ex-deputado do PP Luiz Argôlo para que não fizesse delação premiada.

Em relação a Arthur Lira, é a segunda denúncia dele na Lava Jato. Ele já foi denunciado juntamente ao seu pai, senador Benedito de Lira (PP-AL), sob suspeita de se beneficiar de repasses ilícitos da UTC relacionados às obras da Petrobras, além de ter sido flagrado em visitas ao escritório do doleiro Alberto Youssef em São Paulo para, segundo a PGR, buscar dinheiro.

Na semana passada, a Polícia Federal finalizou inquérito sobre o ex-deputado e outros investigados na Lava Jato e indicou que eles praticaram crimes de corrupção passiva, de dinheiro e formação de quadrilha.

De acordo com a Polícia Federal, a conclusão baseou-se no resultado de buscas e apreensões em imóveis, relatórios de inteligência, depoimentos e provas documentais.

Essa é a oitava denúncia da Lava Jato no Supremo. Até agora, são 27 pessoas denunciadas.


AGUIRRE TALENTO
MÁRCIO FALCÃO
DE BRASÍLIA

FOLHA

Governo vai recomendar uso da pílula do câncer como suplemento alimentar


O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Celso Pansera, disse hoje (30) que o governo buscará a autorização para venda e legalização da fosfoetanolamina como suplemento alimentar. “Nossa proposta é que seja legalizado como suplemento alimentar para tirar a substância do mercado paralelo. Que ganhe as prateleiras das farmácias e lojas especializadas”, disse ele, sobre a substância que ficou conhecida popularmente como a “pílula do câncer”.

“Se a substância vier a ser suplemento, ela não substitui nenhum tratamento médico e medicamentos já com eficácia comprovada contra a doença”, ressaltou o ministro.

Essa recomendação será feita porque o composto produzido pela Universidade de São Paulo (USP) não é tóxico, segundo Pansera. Ele afirmou que, como há demanda da população pela legalização da substância, o melhor caminho é autorizar sua venda como suplemento alimentar até que se concluam as pesquisas que investigam sua eficácia contra o câncer.

“As pessoas estão consumindo essa pílula, não sei de onde, não sei como, e isso está mitificando a substância. Existem defesas apaixonadas contra e a favor. Existe lei aprovada, veja a dimensão. O nosso objetivo é jogar a luz da ciência sobre o fato”, disse.

O ministro se reuniu na manhã de hoje (30) com parlamentares e pesquisadores para tratar do tema e disse que vai encaminhar a recomendação tanto para o Congresso Nacional quanto para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Ele informou que a Anvisa investigou o que há sobre a fosfoetanolamina pelo mundo e não existe solicitação de patente e nem estudos em aberto com a substância, seja como alimento, suplemento alimentar ou medicamento.

Histórico

Sintetizada há mais de 20 anos, a fosfoetanolamina sintética foi estudada pelo professor Gilberto Orivaldo Chierice, hoje aposentado, quando ele era ligado ao Grupo de Química Analítica e Tecnologia de Polímeros da USP, campus de São Carlos. Algumas pessoas tiveram acesso gratuito às cápsulas contendo a substância, produzidas pelo professor, porém sem aprovação da Anvisa. Esses pacientes usavam a pílula como se fosse um medicamento contra o câncer.

Em junho de 2014, uma portaria da USP determinou que substâncias em fase experimental deveriam ter todos os registros antes de serem distribuídas à população. Desde então, pacientes que tinham conhecimento das pesquisas passaram a recorrer à Justiça para ter acesso às pílulas.

No dia 22 de março, o Senado aprovou o projeto de lei para resolver essa questão do acesso e que garante aos pacientes com câncer o direito de usar a fosfoetanolamina, mesmo antes de ela ser registrada e regulamentada pela Anvisa. O projeto está nas mãos da presidenta Dilma Rousseff, para sanção ou veto. O ministro Pansera não quis comentar a provação do projeto.

A Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC) se manifestou, em nota, dizendo que não apoia a legalidade da chamada pílula do câncer. A Anvisa também se posicionou dizendo que vê com preocupação a aprovação do projeto, já que a fosfoetanolamina é uma substância utilizada há 20 anos de maneira ilegal e que nunca foi testada de acordo com as metodologias científicas internacionalmente utilizadas para comprovar sua segurança e eficácia.

Assim, diante da expectativa gerada em torno do efeito antitumoral da fosfoetanolamina, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação criou, no ano passado, um grupo de trabalho para testar a chamada pílula do câncer. O objetivo é investigar os efeitos da substância e esclarecer se ela é efetiva no combate à doença.

Fase de testes

O Ministério da Saúde tem R$ 10 milhões em recursos para serem usados nas pesquisas, sendo que R$ 2 milhões já foram gastos, segundo o ministro.

O conjunto de experimentos in vitro feitos para testar a toxicidade da pílula mostraram que o composto possui 32% de fosfoetanolamina e o restante de monoetanolamina e outros sais, resultantes da sintetização da substância. Nenhum deles é tóxico, segundo o ministro, se administrados na quantidade estabelecida pela USP, três cápsulas de 330 miligramas cada, por dia.

A fase de testes com animais também já está concluída e o relatório com os resultados avançados deve ser divulgado entre 15 e 20 de abril, segundo Pansera. Nessa fase, tanto o composto, quanto as substâncias separadas foram testadas para câncer de pâncreas e melanoma. “Nossa ideia é continuar as pesquisas e seguir os testes nas fases pré-clínica e clínica, com seres humanos”, adiantou o ministro. “Tudo que estamos fazendo segue o roteiros necessário para comprovação de um medicamento”, completou.

Fabricação do suplemento

Pansera explicou que a Anvisa tem um processo específico de liberação de suplementos alimentares e, caso seja legalizada a utilização da fosfoetanolamina dessa forma, o ministério irá procurar o laboratório habilitado pelo governo de São Paulo para produzir a pílula. Se não houver interesse desse laboratório, o ministro disse que algum instituto público de pesquisa poderá escalonar a produção, até que o mercado se ajuste à demanda.


Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil*
*Com colaboração da repórter Camila Boehm
Edição: Maria Claudia

quinta-feira, 24 de março de 2016

Vereador diz que quem vai a bares de madrugada é 'corno ou delinquente'

Anselmo Pereira (PSDB) admite ter dito frase polêmica
 (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)


O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Anselmo Pereira (PSDB) afirmou durante uma audiência pública que “quem frequenta bares de madrugada é corno ou deliquente”. A reunião debatia um projeto de lei que pretende reduzir o horário de funcionamento de bares e restaurantes da capital. Pereira confirmou a frase, mas informou em nota ao G1 que ela foi “retirada de seu contexto”. A fala repercutiu nas redes sociais.

No comunicado, enviado pela Diretoria de Comunicação da Câmara Municipal de Goiânia, o vereador informa que estava em uma “discussão pessoal e acalorada” e que a mesma “não representa o todo do seu pensamento”.

Ainda conforme o texto, “Anselmo também pede desculpas a todos que se sentiram ofendidos pela frase, mais uma vez, descolada de seu contexto e explica que a maior preocupação sempre foi a segurança de todos os cidadãos”.

Repercussão
De acordo com informações do site da câmara, a audiência pública aconteceu no dia 16 de março. No entanto, nos últimos dias postagens têm repercutido nas redes sociais criticando as declarações feitas por Anselmo Pereira. Em uma das publicações, um advogado disse "este ambiente social [bar] não tem o condão de macular minha idoneidade moral ou a de ninguém".

Outro usuário também criticou a fala e o projeto. "Essa lei é um retrocesso, estamos caminhando rumo ao militarismo com horário imposto para nos encontrarmos com nossos amigos e beber, comer e conversar".

Postagens em redes sociais retratam críticas à fala do presidente da Câmara (Foto: Reprodução/Facebook)

Proposta
Elaborado pelo vereador Paulo da Farmácia (PROS), o projeto de lei propõe que durante os dias de semana os bares e restaurantes de Goiânia fiquem abertos somente até as 23h30. Já aos sábados, domingos e vésperas de feriados, o horário máximo proposto é até a meia-noite.

De acordo com o Paulo da Farmácia, o objetivo da medida é reduzir as altas taxas de criminalidade, que já colocaram Goiânia como uma das cidades mais violentas do mundo.“Uma hora a menos de funcionamento dos bares, comprovadamente, reduziu em 16% o índice de violência nas capitais em que já foi implantada essa lei”, afirmou o parlamentar.

Paulo da Farmácia explica que a medida não atingiria boates e casas de shows. Além disso, ele ressaltou que está aberto ao diálogo para discutir sobre os melhores horários para fechamento dos bares, restaurantes e demais estabelecimentos, como lanchonetes e lojas de conveniência.

Murillo VelascoDo G1 GO

quinta-feira, 17 de março de 2016

Chefe no Detran é exonerado suspeito de dirigir bêbado e com carro roubado, na PB

Divulgação
A direção do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) exonerou do cargo o chefe do Posto de Trânsito (Ciretran) de Soledade, suspeito de dirigir sob efeito de álcool um veículo roubado e com chassi adulterado. A exoneração do ex-funcionário do órgão foi publicada nesta quinta-feira (17), no Diário Oficial do Estado.

O superintendente do Detran-PB, Aristeu Chaves, determinou, na ocasião da prisão do ex-funcionário, o deslocamento da Corregedoria do órgão ao local. Nessa quarta-feira (16), o posto foi interditado e a chave entregue à direção do Detran em Campina Grande, que providenciou um servidor para responder pelo cargo interinamente.

De São Paulo, onde participa de encontro nacional dos Detrans, o superintendente Aristeu Chaves destacou que a operação reflete a articulação da Corregedoria do Detran-PB com a Polícia Civil do Estado, “no sentido de trabalhar de forma integrada para prevenir, coibir e reprimir qualquer tipo de ilegalidade, a exemplo de outras operações realizadas de 2015 até agora”.

Pessoas tomam querosene contra chikungunya na PB; ingestão pode levar à morte

Aedes aegypti, mosquito transmissor de doençasRafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Moradores dos municípios de Monteiro e Serra Branca, ambos no Cariri paraibano, a 302 km e 243 km de João Pessoa, estão correndo risco de ficar com sequelas graves de saúde por estarem ingerindo querosene com água para tratar sintomas de dengue, zika e chikungunya. O problema foi confirmado pela Saúde de Serra Branca, que registrou dois casos de pessoas que passaram mal e foram socorridas as pressas para hospitais da região após ingerir a mistura líquida.


De acordo com o secretário de Saúde de Serra Branca, Marcelo Jackson, as pessoas que ingeriram água e querosene relataram que foram orientadas por conhecidos e que a mistura amenizaria as dores nas articulações causadas pelas doenças.


“Em Serra Branca tivemos dois casos. Os pacientes beberam um copo de água com três gotas de querosene. Eles relataram que a indicação da bebida foi feita por outras pessoas e que a mistura iria amenizar dor articular. Só que o querosene é derivado de petróleo e isso causa danos imensos ao organismo. O querosene, mesmo que em pequenas partes, não deve ser ingerido”, contou o secretário.

Segundo Marcelo Jackson, a ingestão do querosene é tida como um auto-envenenamento, já que a pessoas que utiliza o liquido tem a consciência de que o querosene vai causar danos ao organismo.

“O querosene não é um medicamento, é um combustível. O risco para a pessoa que ingere essa substância é de intoxicação, danos ao esôfago, estômago, ao sistema nervoso e problemas cardíacos. Tomar o querosene para tratar doença é um erro e não pode acontecer”, afirmou o secretário.

Ainda segundo Marcelo Jackson, a situação mais grave aconteceu no município de Monteiro, onde diversas pessoas teriam passado mal ao ingerir a mistura de água e querosene.

Em contato com o Portal Correio, a secretária de Saúde de Monteiro, Ana Lorena, disse que não soube de nenhum caso de pessoas que tenham ingerido a mistura no município, mas que vai apurar as informações, mas ressaltou que a prefeitura realizou campanha para evitar a automedicação em casos suspeitos de dengue, zika, ou chikungunya.


“Até então não tenho conhecimento de pessoas que tomaram essa mistura em Monteiro. Iremos investigar a situação. Nos últimos dias promovemos campanhas até para evitar a automedicação”, disse a secretária.

Principal hospital da região, o Trauma de Campina Grande não havia registrado, até o fechamento desta matéria, atendimentos de pessoas relacionados a ingestão de querosene com água para aliviar sintomas de dengue, zika ou chikungunya.
Segundo a Secretaria de Saúde da Paraíba, entre os dias 1º de janeiro e 9 de março deste ano, o Estado registrou dois óbitos de casos suspeitos de Chikungunya, ambos em investigação.


FONTE: PORTAL CORREIO

"Fiat Elba da presidente chegou", diz presidente da OAB na Paraíba

Carro foi estopim do impeachment de Collor
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na Paraíba é favorável ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com o presidente Paulo Maia, a aprovação se deu por meio de votação, na qual 29 membros se mostraram a favor e dois contra.

Paulo Maia disse ao Balanço Geral desta quinta (17), na Rede Correio Sat, que as OABs do Brasil se encontram nesta sexta (18) em Brasília, para tratar sobre o assunto e fechar a posição nacional quanto ao afastamento da presidente Dilma.

O presidente falou que o “Fiat Elba da presidente já chegou”, se referindo ao carro comprado com um cheque de uma conta fantasma de PC Farias, que em 1992 era tesoureiro da campanha de Fernando Collor. O caso foi provado em Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) naquele ano e culminou com a saída de Collor da Presidência.

Ele explicou que a OAB não tem posição política ou partidária, emitindo um pronunciamento de ordem técnica e jurídica, em conformidade com a Constituição.

Quanto aos áudios com grampos telefônicos envolvendo a presidente Dilma, ele disse que não observou detalhes da situação e por isso não opinou se houve ou não legalidade da situação.

A OAB nacional informou nesta quinta (17) que lamenta teor de conversas gravadas e seccionais criticam vazamento.

PORTAL CORREIO

sábado, 12 de março de 2016

Prefeitura de Cachoeira dos Índios abre inscrições para concurso público


Entre os dias 14 de março e 10 de abril de 2016 serão recebidas, por meio do site: www.conpass.com.br, as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Cachoeira dos Índios, no interior da Paraíba.
O edital nº 001/2016 de concurso público visa o preenchimento de 42 vagas, destinadas a profissionais de nível superior, médio e fundamental.

São oferecidas vagas para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Auxiliar de Saúde Bucal, Dentista, Facilitador do CRAS, Fonoaudiólogo, Motorista, Mecânico, Médico, Nutricionista, Orientador do CRAS, Monitor de Creche, Orientador Pedagógico, Operador de Máquinas, Psicólogo, Pedagogo do CREAS, Professor de diversas disciplinas, Pedreiro Técnico em Enfermagem e Veterinário.

Os novos servidores deverão cumprir jornadas de trabalho semanais de até 40 horas, por salários que variam entre R$ 880,00 e R$ 1.726,38. O custo de participação no concurso será de R$ 50,00 a R$ 75,00, conforme o cargo pretendido.

São etapas de seleção:
•Provas Objetivas;
•Prova prática (para o cargo de Operador de Máquinas);
•Prova de títulos.
Os candidatos poderão consultar a partir do dia 04 de maio de 2016, no site: www.conpass.com.br, no Quadro de Avisos da Prefeitura e da Câmara Municipal, os locais e horários de realização de cada etapa da seleção.
Através do edital, os interessados podem acessar o conteúdo programático do Concurso Prefeitura de Cachoeira dos Índios – PB – 2016 pelo link: https://www.conpass.com.br/concurso121cp.php

O certame, que está sob os cuidados da empresa CONPASS – Concursos Públicos e Assessorias EIRELI, terá validade de dois anos, contabilizados a partir da data de homologação dos resultados, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez.

quinta-feira, 10 de março de 2016

Servidor é condenado à prisão e multa de R$ 1,4 milhão por fraudes no INSS, na PB

Divulgação
Ministério Público Federal da Paraíba


Foi proferida, no dia 2 deste mês, a primeira sentença condenatória contra nove dos 33 denunciados através de investigações da operação ‘Fanes’, deflagrada em setembro de 2015 para investigar um grupo criminoso que obtinha benefícios previdenciários fraudulentamente, através da atuação de um servidor do INSS. Os denunciados foram condenados a penas que variam entre oito a 24 anos de reclusão e multa de R$ 1,4 milhão.

A operação surgiu através de uma investigação conjunta entre o Ministério Público Federal na Paraíba (MPF), Polícia Federal e Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). As fraudes contra o INSS foram praticadas na agência do Dinamérica, em Campina Grande.

O esquema, comandado por um servidor do INSS, atuou principalmente entre os anos de 2013 e 2015, com o envolvimento de diversas pessoas que tinham tarefas definidas, como cooptadores e falsários.

A quadrilha atuava especialmente na obtenção de benefícios e empréstimos consignados fraudulentos, aposentadoria por idade rural e pensão por morte.

Na investigação, os esforços foram centrados nas pensões por morte, concedidas com base em dados de empresas e pessoas fictícias e serviam basicamente para pagamento do próprio grupo, familiares e pessoas que conheciam o esquema.

Além da prisão e multa, o servidor investigado também teve decretada a perda do cargo e inabilitação ao exercício de função ou cargo público pelo prazo de oito anos, após o cumprimento da pena de prisão.

FONTE: PORTAL CORREIO

Ministério Público de SP pediu a prisão preventiva de Lula em caso de tríplex, diz jornal


O Ministério Público de São Paulo, de acordo com o jornal O Globo, pediu a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo que investiga a suspeita de crimes de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica relacionados ao tríplex do Guarujá.

Segundo o jornal, na denúncia apresentada nesta quinta-feira, os promotores dizem ser “imprescindível o decreto da prisão preventiva, em razão da conveniência da instrução criminal” e por entender que o ex-presidente poderá “movimentar sua ‘rede’ violenta de apoio para evitar que o processo crime que se inicia tenha seu curso natural”.

Os promotores dizem haver probabilidade de “evidente ameaças a vitimas e testemunhas e prejuízo na produção das demais provas do caso, impedindo até mesmo o acesso no ambiente forense”.

Os promotores negaram nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, que o oferecimento de denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha motivação política. Lula foi denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Caso haja condenação, as penas para os dois crimes somadas variam de 4 a 13 anos de prisão.

Consumidor pode pedir bloqueio de celular roubado informando número da linha

A partir do dia (8), está mais fácil bloquear celulares roubados, extraviados ou perdidos, bastando apenas ao usuário informar o número da linha para a operadora. Antes, era necessário anunciar os cerca de 15 números que compõem o identificador chamado Imei – espécie de chassi dos aparelhos, que pode ser visualizado ao se digitar *#06#. Ele também pode ser localizado na parte traseira do aparelho, em geral perto da bateria, caso o celular esteja descarregado.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o bloqueio pode ser feito junto às operadoras e, também, na Polícia Civil da Bahia, Ceará e Espírito Santo, onde já há acesso ao sistema. Em breve, o mesmo poderá ser feito nas delegacias de Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo, bem como por meio da Polícia Federal.

Basta ao usuário fazer uma ocorrência nas delegacias para, automaticamente, o celular ser incluído em uma lista que contém aparelhos roubados, extraviados ou perdidos tanto em território nacional como em 44 outros países. No caso de aparelhos com dois chips, o ideal é informar o número das linhas às duas operadoras.

Fechando o cerco

“Estamos adotando duas formas de combate a roubos e furtos. A primeira, bastando apresentar às operadoras ou delegacias o número do celular, em vez dos 15 números do identificador, para bloqueá-lo. A segunda, ao obrigarmos que transportadores e lojistas incluam, na nota fiscal, esse identificador. Isso possibilitará a identificação dos aparelhos em caso de roubo de cargas ou em lojas varejistas”, disse o presidente da Anatel, João Rezende, ao anunciar as medidas hoje em Brasília.

A fim de evitar que as pessoas adquiram celulares roubados, foi disponibilizada, na internet, uma página na qual é possível saber se os identificadores Imei estão bloqueados. A consulta pode ser feita pelo sitewww.consultaaparelhoimpedido.com.br.

“Para saber o número de identificador, basta digitar *#06# no próprio aparelho celular”, informou Rezende. Segundo o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Alexandre Bicalho, “o roubo de celulares já estava virando uma indústria no país”, inclusive, com a comercialização de aparelhos roubados no exterior.

“Por isso, a consulta [sobre aparelhos bloqueados] terá também uma base internacional com mais de 30 milhões de registros de celulares roubados em 44 países”, disse o superintendente da Anatel.

Nos casos em que a pessoa perdeu e, depois, encontrou o aparelho, será possível fazer o desbloqueio junto à operadora. Já os aparelhos roubados que tenham sido localizados pela polícia poderão ser devolvidos ao proprietário original. “Para isso, basta a boa vontade do policial ou de quem [na consulta] descobrir que o celular está bloqueado”, finalizou Bicalho.

Fonte Por Agência Brasil

Carro com adesivos falsificados da PF é apreendido na PB

Polícia Militar encontrou carro abandonado com adesivos
falsificados da Polícia Federal (Foto: Reprodução/TV Paraíba)
Um carro com adesivos falsificados da Polícia Federal foi apreendido no início da noite da segunda-feira (7)em Campina Grande. O veículo, encontrado pela Polícia Militar, estava abandonado em frente a uma casa na rua Maria Carolina de Amorim, no bairro Três Irmãs. O chassi do carro foi adulterado.


De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), a apreensão aconteceu após a PM receber uma ligação anônima informando que havia um carro da PF parado em frente a uma residência. Ao chegar no local, os policiais acharam um Chevrolet Astra de cor preta e com os adesivos. No interior do veículo, foram encontrados bonés e camisas da Polícia Federal.

O carro foi levado para o pátio da PF no bairro do Catolé. Depois das investigações, a polícia descobriu que o veículo foi usado por dois homens que teriam usado o carro para colher informações na agência dos Correios que fica no Distrito de São José da Mata, em Campina Grande.

Imagens do sistema de segurança mostram que a dupla chegou na agência no carro adulterado e foram direto conversar com um dos funcionários. Segundo a polícia, os dois perguntaram sobre a quantidade de dinheiro que havia no cofre do local. Após isso, foram embora. Até a manhã desta terça-feira (8), a polícia não tinha a identidade dos suspeitos.

Bonés e camisas da Polícia Federal foram encontrados dentro do veículo (Foto: Reprodução/TV Paraíba)


Fonte G1

Prefeitura no Sertão da PB divulga edital para concurso público


Foi divulgado o edital do concurso público da prefeitura de Matureia, no Sertão da Paraíba, ofertando 103 vagas, em diversas funções, para cargos de níveis fundamental, médio e superior, com salários que chegam a R$ 5.000,00, mais gratificações..As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, a partir das 8h da próxima segunda (14) até o dia 8 de abril.

De acordo com o edital, o valor das inscrições variam de R$ 30 até R$ 80. Clique aqui e confira todas as vagas e outras informações no edital.

Entre as vagas oferecidas estão: agente administrativo, agente comunitário de saúde, agente de vigilância ambiental, agente de vigilância sanitária, analista ambiental, auxiliar de serviços, coveiro, cuidador, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, gari, guarda municipal, médico do PSF e médico veterinário.

As provas objetivas vão ser aplicadas no dia 8 de maio deste ano. E o edital de divulgação dos locais de realização das provas objetivas será publicado no Semanário do Município, afixado no quadro de avisos da Prefeitura de Matureia e no site da empresa organizadora do concurso, a Educa.

O concurso terá validade de dois anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado a critério do Poder Executivo Municipal, por igual período.

Fonte Do G1 PB

terça-feira, 1 de março de 2016

WhatsApp deixará de funcionar em alguns modelos de celulares

Foto: Justin Sullivan / AFP / zero hora

O WhatsApp deixará de funcionar em cinco plataformas de celular até o final do ano: no BlackBerry (incluindo BlackBerry 10), no Nokia S40, no Nokia Symbian S60, no Windows Phone 7.1 e em versões antigas do Android (2.1 e 2.2). O aplicativo fez o anúncio no último sábado, na semana em que completou sete anos de existência.

Em seu blog, a empresa justificou o encerramento afirmando que deseja concentrar esforços nas plataformas de celular usadas pela maioria das pessoas hoje em dia.


"Esta foi uma decisão difícil de ser feita, porém foi a decisão certa para que pudéssemos oferecer às pessoas melhores maneiras de manter contato com família, amigos e entes queridos utilizando o WhatsApp", diz o comunicado.

Segundo a publicação, em 2009, quando o aplicativo surgiu, cerca de 70% dos smartphones vendidos possuíam sistemas operacionais desenvolvidos pela BlackBerry e pela Nokia. Atualmente, os sistemas operacionais móveis oferecidos pela Google, pela Apple e pela Microsoft somam cerca de 99,5% das vendas.

A companhia sugere que os usuários das plataformas que terão o aplicativo desligado adquiram um aparelho Android, Apple ou Windows Phone mais atual até o fim de 2016.

CAMPANHA: Cajazeirense acometido de doença vive prostrado em uma cama. Família pede ajuda

A família do Sr. José Pedro de Assis, de 52 anos, procurou a reportagem do portal Nova Opinião para pedir ajuda à população da cidade de Cajazeiras.

José Pedro foi acometido de doenças hepáticas e vive prostrado em uma casa em sua residência, na Rua Sérgio Moreira de Figueiredo, n º 55, na cidade de Cajazeiras. Sua residência fica nas Casas Populares, na lateral da UFCG. A situação do popular é grave. Ele é cuidado pelo pai, o Sr. Francisco e um filho.

José Pedro chegou a ser internado com uma pneumonia, dado ao seu estado de fragilidade de saúde, realizou procedimentos de drenagem em seu pulmão e traqueostomia. Atualmente o homem se alimenta apenas através de uma sonda. Devido a viver sempre deitado, José Pedro adquiriu feridas chamadas de escaras e necessita sempre do uso de pomadas que são muito caras.

Na noite desta segunda-feira (29), o SAMU foi acionado para fazer a remoção de José Pedro para o HRC para troca da sonda. A equipe do SAMU agiu rápido e conduziu o mesmo ao hospital.

A família pede ajuda das pessoas de bem e de bom coração para doações de fraldas geriátricas, pomada para escaras, leite em lata e suplementos alimentares que são adicionados à alimentação do mesmo. Telefone para contato, falar com a Agente de Pastoral Maria Vieira (Bia da UFCG), fone: 98768-2826 e 99147-0201.


SEGUE RELAÇÃO DOS ITENS QUE PODEM SER DOADOS:


- Fraldas geriátricas descartáveis, Tamanho M, marca Confort Master;
- Pomada DERSANI HIDROGEL;
- Spray MOPH-DERM;
- Leite Glória Desnatado;
- Suplemento Proteico SUPER ALBUMIN (sem sabor)
- Suplemento Proteico NEONUTRI MALTO DESTRINA (em pó)
- Suplemento Proteico MALTO DEXTRIM (natural)


PARA QUEM QUISER FAZER DOAÇÕES EM DINHEIRO SEGUE DADOS BANCÁRIOS:
Banco: Caixa Econômica Federal
Agência: 0040
Operação: 023
Conta: 9705-2
Favorecido: JOÃO NILDO SILVA DE ARRAIS (irmão de José Pedro)
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial