Mãe diz que filho foi cortado e teve órgãos retirados para ritual que teria sido R$ 10 mil

Reprodução/TV Correio HD
A mãe da criança de cinco anos de idade que teve o corpo mutilado para um ritual de magia negra confessou a participação no crime e contou detalhes em um novo depoimento, nesta sexta-feira (16). Ela disse que o menino sofreu golpes de faca no pescoço para que sangrasse e teve o fígado partido. Segundo a polícia, o ritual pode ter ocorrido por encomenda e teria custado cerca de R$ 10 mil. Antes de sofrer o golpe no pescoço, o menino teria pedido para não morrer.

O corpo da criança foi encontrado na terça-feira (13), no município de Sumé, no Cariri paraibano, a 265 km de João Pessoa. Os detalhes do crime foram contados pelo delgado Paulo Ênio, que falou no Cidade Alerta Paraíba, da TV Correio HD.
Tecnologia do Blogger.