quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Delegada diz que homem que matou esposa e enteada de quinze anos era apaixonado pela menor

Em entrevista ao Programa Cidade em Ação da TV Arapuan, a delegada Adriana Guedes falou sobre o crime realizado na manhã desta quinta-feira (01) no Bairro Grotão, onde um homem assassinou, a golpes de faca peixeira, sua esposa e a filha dela de apenas 15 anos. Segundo Adriana, o crime foi motivado por uma paixão doentia que o agressor tinha pela enteada.

O assassino, que era casado com a vítima há mais de dez anos, perseguia constantemente a filha da sua esposa e isso fez com que a menor se mudasse para outra casa. Porém, na quarta-feira (30), ela decidiu passar o dia com a sua mãe na sua antiga residência e foi durante a madrugada que o criminoso agiu. A menor havia começado a namorar e segundo a delegada, esse fato também deve ter incomodado o assassino.

A delegada acredita que o crime tenha sido premeditado, já que o acusado havia encontrado anteriormente com a sua filha e entregado uma quantia em dinheiro e um cartão de crédito a ela. Posteriormente, ele solicitou que ela retirasse todo o saldo da conta e, após o crime, voltou ligou para contar o que havia feito.

Familiares afirmaram que eles tinham uma relação atribulada, mas que o marido, mesmo muito ciumento com as duas, nunca foi violento. Também existe a indicação que ele tomava remédios controlados e que ele usava a religião para ganhar a confiança da família. Com todas essas evidências reunidas, a polícia já deu início às buscas para prender o acusado.


Yves Feitosa / Abrantes Júnior
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário