segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Prefeita afastada se entrega à PF após 39 dias foragida no Maranhão

Lidiane Leite é suspeita de desviar milhões em verbas.



Depois de passar 39 dias foragida da Justiça, a prefeita afastada de Bom Jardim (MA), Lidiane Leite da Silva, de 25 anos, se apresentou, nesta segunda-feira (28), à sede da Superintendência da Polícia Federal (PF), em São Luís (MA). O sumiço da ex-gestora municipal começou quando teve sua prisão decretada na Operação Éden, que investiga desvios de verbas da educação.

Lidiane chegou acompanhada por três advogados e entrou na sede da PF pelos fundos para não chamar atenção. Ela será encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para ser submetida ao exame de corpo de delito e depois retorna para ser ouvida pela polícia. Após estes procedimentos deve ser encaminhada para o quartel do Corpo de Bombeiros de São Luís, onde permanecerá a disposição da Justiça.

O nome de Lidiane não chegou a ser incluído na lista vermelha da Interpol, como a PF já havia anunciado na terça-feira (25). O cerco para capturar Lidiane contou com o reforço da vigilância nas rodoviárias e aeroportos do Maranhão. Antes, o superintendente Alexandre Saraiva havia informado que quem ajudasse a prefeita a se esconder seria incluído como participante de organização criminosa.


© Fornecido por Notícias ao Minuto
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário