terça-feira, 29 de setembro de 2015

COMEÇA MUTIRÃO DO DPVAT PARA RESOLVER CERCA DE 1,7 MIL PROCESSOS NA PARAÍBA

A partir desta terça-feira (29), até o dia 2 de outubro, cerca de 1,7 mil processos que envolvem o Seguro de Danos Pessoas Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVat) devem ser analisados e concluídos durante a realização do Mutirão DPVat em Campina Grande. O mutirão vai atender a população de 26 municípios paraibanos e pretendem encurtar o caminho para que as vítimas sejam indenizadas.

Segundo o diretor-adjunto do Núcleo de Conciliação do Tribunal de Justiça da Paraíba, juiz Fábio Leandro, o mutirão vai contar com mais agilidade que deve resolver mais de 80% dos casos.

“Esperamos que, à exemplo dos anos anteriores, o Mutirão DPVAT obtenha percentual de acordos dos processos pautados superior a 80%, e que possa abranger um maior número de comarcas e, com isso, realizar uma prestação jurisdicional mais célere a todos que se utilizam dos serviços do judiciário paraibano”, afirmou o juiz Fábio Leandro.

Nesta edição, o mutirão teve uma modificação na forma de pagamento das indenizações. Agora, o pagamento vai deixar de ser feito em cheque para ser utilizados um alvará. Segundo o juiz, a medida vai fazer com que em até 45 dias, o beneficiado possa ir em uma agência bancária receber o pagamento.

O Mutirão DPVat 2015 vai contar com 25 bancas com dois conciliadores cada, 10 médicos peritos para 7 cabines, 35 servidores, além de dois representantes, um do Ministério Público Estadual e o outro da Defensoria Pública.

Vão ser atendidos moradores das comarcas de Alagoa Grande; Alagoa Nova; Areia; Aroeiras; Barra de Santa Rosa; Boqueirão; Cabaceiras; Cacimba de Dentro; Campina Grande; Cuité; Esperança; Ingá; Itabaiana; Juazeirinho; Monteiro; Picuí; Pocinhos; Prata; Queimadas; Remígio; São João do Cariri; Serra Branca; Soledade; Sumé; Taperoá; e Umbuzeiro.



PortalCorreio
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário