sábado, 25 de julho de 2015

Site divulga vários dados pessoais de brasileiros apenas com inserção de CPF ou nome completo

Informações completas custam até R$ 79. No entanto, alguns dados, como endereço, têm acesso gratuito. Serviço tem domínio registrado na Suécia e vem sendo anunciado em ferramentas como WhatsApp.

Por Frederico Goulart

Endereço, telefone e até os dados do vizinho. Tudo isso está ao alcance de quem digita o nome ou o número do seu CPF em mais um site que fornece dados ilegalmente na rede. Algumas informações podem ser acessadas gratuitamente, mas o tudosobretodos.se vai além: ele cobra taxas por dados mais específicos e detalhados. O site, que tem domínio registrado na Suécia, revela, por exemplo, nomes de parentes, lugares onde a pessoa já morou e até suas redes sociais. Para ter acesso a todas as informações, é preciso fazer um cadastro e pagar por créditos, que custam R$ 0,99 cada. E para obter dados de mais pessoas, o site oferece planos que vão até R$ 79 - e ainda faz promoção com descontos. Revoltado por ver seus dados na rede, o autônomo Ubirajara Souza, que é morador de São Paulo, diz temer que a divulgação das informações deixe as pessoas ainda mais vulneráveis:

"Eu estou apavorado, porque fiquei exposto a qualquer situação."

O advogado e professor de Direito Eletrônico, Walter Capanema, explica que, segundo o Código de Defesa do Consumidor, a divulgação de bancos de dados sem consentimento é crime, mas há uma grande dificuldade de denunciar e identificar os autores.

"O grande problema é localizar os infratores porque, normalmente, eles criam o site em um domínio estrangeiro."

Especialista em Segurança da Informação, Lincoln Werneck aponta que esse tipo de crime é resultado da falta de uma legislação específica sobre a proteção de dados pessoais na rede. Ele pede, por exemplo, mais punição às instituições que vazam os dados.

"Todas as empresas que detêm informações pessoais devem ter ambientes seguros e controlados, para que isso não aconteça."

Segundo o site Tudo Sobre Todos, os créditos têm validade de 3 meses e podem ser reativados com novas recargas. Em maio deste ano, o site 'Nomes Brasil', que oferecia serviço semelhante, foi tirado do ar pela Justiça Brasileira. Ele reunia os números de CPF´s e a situação cadastral dos documentos.

Site tudosobretodos.se disponibiliza informações pessoais de brasileiros
(Crédito: Reprodução)

duração: 02:28



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário