sábado, 4 de julho de 2015

Novidade sobre a Operação Andaime - Confira as últimas informações!

As sete pessoas presas na Operação Andaime, por força de mandado de prisão provisória, que já havia sido prorrogada uma vez e cujo prazo de 10 dias terminaria neste domingo (05), vão continuar presas sem prazo definido, pois o juiz da 8ª Vara Federal de Sousa. Marcelo Sampaio, acatando pedido do Ministério Público Federal, converteu, no final da manhã deste sábado (04), as prisões provisórias em prisões preventivas. Cabe recurso da decisão ao Tribunal Regional Federal – TRF, em Recife.


Agora, todos os envolvidos na primeira fase da operação andaime, em um total de 10 pessoas, estão presos preventivamente, já que desde o inicio haviam sido decretadas 03 prisões preventivas, a do construtor cajazeirense Francisco Justino do Nascimento e sua esposa Laninha Alexandre, além do engenheiro Wendel Dantas, esposo da atual prefeita de Joca Claudino, Lucrécia Adriana, inclusive, tendo a justiça negado, na sexta-feira, o pedido de revogação da prisão preventiva dos dois últimos.


Afora os três já citados, os outros sete, também, estão com preventivas decretadas, no caso o empresário Mário Messias Filho (Marinho), os engenheiros Márcio Braga, Jorge Viturino, Horley Fernandes e seu filho Arley Braga, além de Hélio Farias e Afrânio Gondim, que estão presos, na cela 15, do presídio regional de Cajazeiras
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário