domingo, 31 de maio de 2015

Cajazeirense faz golaço de meio do campo pelo Brasileirão - Veja



Jogando no Moisés Lucarelli mais uma vez vazio, a Ponte Preta manteve sua sequência de bons resultados no início do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, vitória sobre a Chapecoense por 3 a 1, o que lhe valeu a liderança momentânea da competição.

Ainda sem poder contar com seu torcedor, por conta de punição da Série B do ano passado, e sem Guto Ferreira comandando à beira do campo, cumprindo suspensão pela expulsão contra o Cruzeiro, a Ponte Preta começou forte.

O placar foi aberto logo aos cinco minutos de jogo. Cobrando falta, Renato Cajá mandou a bola para a área e o zagueiro Tiago Alves apareceu por trás da defesa para mandar, de cabeça, para o fundo da rede.

O time campineiro impôs seu jogo e sufocou a Chapecoense nos primeiros 30 minutos do jogo, até que a equipe catarinense conseguisse se encontrar e equilibrar a partida.

Antes do intervalo, o jogo esquentou. Aos 42 minutos, Biro Biro roubou a bola e tocou para Cajá, que acabou se afobando e chutando errado, desperdiçando boa chance de ampliar.

O castigo quase veio em seguida. Na velocidade, Apodi invadiu a área e tocou para Roger bater de primeira, mas Marcelo Lomba fez grande defesa.

Apesar da assistência no gol, Renato Cajá ainda lamentou mais uma vez sua atuação no primeiro tempo, com mais uma oportunidade perdida no último minuto, quando recebeu pela esquerda e tentou tocar por cima do goleiro Danilo e acabou mandando para fora.

No começo do segundo tempo, no entanto, a Ponte Preta mais uma vez se aproveitou da bola parada. Aos 2 minutos, Biro Biro cobrou falta com perfeição, sem chances para Danilo, e fez 2 a 0.

A situação da equipe catarinense ficou ainda pior aos 17 minutos, quando Apodi recebeu cartão amarelo por uma falta e falou alguma coisa para o árbitro Felipe Gomes da Silva, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Com um jogador a mais, a Ponte administrava a partida, até que, aos 43 minutos, Gil fez boa troca de passes com Roger e recebeu dentro da área para tocar na saída de Marcelo Lomba e diminuir o placar.

A Chapecoense foi para cima tentando o empate, mas Renato Cajá aproveitou a contra-ataque aberto para fazer um golaço aos 47 minutos. Depois de pegar a bola na intermediária defensiva, o meia ponte-pretano avançou e viu o goleiro Danilo adiantado, bateu por cobertura e fechou o placar com um gol quase do meio de campo.

A Ponte Preta chega aos oito pontos na tabela, com duas vitórias e dois empates, e volta a campo na quarta-feira, contra o Vasco, em São Januário, às 19h30.

Já a Chapecoense segue com seis pontos conquistados e volta jogar também na quarta-feira, às 19h30, no clássico catarinense contra o Joinville.


VEJA O GOLAÇO DE RENATO CAJÁ;





FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 3 X 1 CHAPECOENSE

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 30 de maio de 2015, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Moises Aparecido de Souza e Luiz H Souza Santos Renesto (ambos do PR)
Cartões amarelos: Roger (Chape), Biro Biro (Ponte), Diego Oliveira (Ponte), Josimar (Ponte)
Cartões vermelhos: Apodi (Chape)
Gols:
PONTE PRETA: Thiago Alves, aos 6min do 1º tempo, Biro Biro, aos 2min do 2º tempo e Renato Cajá, aos 48min do 2º tempo
CHAPECOENSE: Gil, aos 42min do 2º tempo

PONTE PRETA: Marcelo Lomba; Rodinei, Tiago Alves, Pablo e Gilson; Fernando Bob, Josimar e Renato Cajá; Biro Biro, Rildo (Felipe Azevedo) e Diego Oliveira (Borges)
Técnico: Alexandre Faganella

CHAPECOENSE: Danilo; Apodi, Rafael Lima, Vilson e Dener; Elicarlos, Bruno Silva (William Barbio), Gil e Hyoran (Abuda); Ananias (Wagner) e Roger
Técnico: Vinícius Eutrópio
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário