quinta-feira, 16 de abril de 2015

Professores do Estado decidem nesta sexta sobre continuidade da greve

A continuação da greve dos professores da rede estadual de ensino, que começou no dia 31 de março, vai ser decidida na próxima sexta-feira (17), durante uma nova assembleia da categoria, mas a paralisação deve continuar. A informação foi confirmada por Paulo Xavier, um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep-PB).

Nesta quarta-feira (15), foi realizada a assembleia dos trabalhadores da primeira região, onde foi mantido o posicionamento pela greve.Outras onze assembleias vão ser realizadas em diferentes regiões de ensino do estado para manutenção da paralisação.

Para que a greve seja mantida, ao menos sete das 12 regiões de ensino devem opinar pela manutenção.

“Nos reunimos na manhã desta quarta, com os trabalhadores da primeira região e mantivemos o posicionamento pela continuidade da greve. Até a quinta-feira (16) as outras onze regiões vão se reunir e opinar. Na sexta, vamos realizar a assembleia geral e decidir sobre a permanência da greve”, afirmou Paulo Xavier.

Reprodução/Facebook/APLP
Professores fizeram protesto na frente da sede do Estado


Ainda segundo o representante do Sintep-PB, não houve nova rodada de negociações com o governo do estado, mas o sindicato pede a antecipação do reajuste.

“Nossa última conversa com o governo foi no dia 30 de março, quando nos prometeram que se houvesse receita irão antecipar o reajuste que seria feito em outubro, de 4,5%, para o mês de junho, mas queremos a antecipação para maio e um novo reajuste em outubro, de mais 4,01%, para que possa alcançar o piso nacional estabelecido por lei, já que a lei vem sendo descumprida”, concluiu Paulo.

A assembleia estadual dos servidores da educação vai ocorrer nesta sexta (17), às 15h, na Federação Espírita da Paraíba.


Por Halan Azevedo

Portal Correio
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial