terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Seus R$: 100,00 valem hoje, após 20 anos do Plano Real, apenas R$ 22,35.

Segundo cálculos do matemático financeiro José Dutra Vieira Sobrinho, devido à desvalorização de 77,65%, ao longo de 20 anos, a nota de 100,00 vale na prática R$: 22,35.
José Dutra diz que " O real foi reduzido a quase um quinto do valor em 20 anos. Mas isso ainda é uma vitória, porque mesmo passados 20 anos, ela ainda mantém um certo poder aquisitivo. O histórico anterior era de uma inflação que chegava a 5000% ao ano".
O professor de economia do Insper Otto Nogami faz uma comparação: "Com essa desvalorização, se o indivíduo ganhava R$ 100 em 1994 agora precisa de R$ 400 para poder atender aos seus desejos. A garoupa virou um lambari", referindo-se ao peixe que estampa a nota de R$ 100.






Já uma nota de R$: 50,00, pelos mesmos cálculos, hoje vale R$: 11,17!!!! Segundo Nogami "A inflação é o termômetro que mede a diferença entre o desejo de consumir e a capacidade de produzir", a famosa lei da oferta e da procura.
O problema crônico do Brasil é a inflação, onde a lei da oferta e procura ainda impera pela incapacidade do país de produzir e atender a demanda reprimida, daí, quem realmente quer consumir paga a mais por isso.


DESVALORIZAÇÃO TAMBÉM FRENTE AO DÓLAR
Em pesquisa com 47 moedas o Real é a 4ª moeda com maior desvalorização em relação ao dolar. Estamos na frente apenas das moedas de Nigéria, Suécia e Canada.
As declarações do Ministro a Fazenda Joaquim Levy em 30 de Janeiro deram o tom do governo em relação à desvalorização do Real frente ao dólar, ao afirmar que não tem a intenção de manter o câmbio "artificialmente valorizado".
Os investidores interpretaram o comentário como uma sinalização do governo de que pretendem deixar o câmbio livre.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial