quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

PAIS MONSTROS TRANCAM FILHA EM GALPÃO IMUNDO POR SEIS ANOS APÓS REPROVAREM NAMORO DELA

Magérrima, olhos assustados, vestida com trapos, essa mulher de 24 anos vive trancada num galpão sem nenhuma higiene. Foram os pais de Zhang Qi que a colocaram nesse lugar fedorento e imundo. Ela está presa ali faz seis anos. Segundo um morador que denunciou o crime e postou as fotos absurdas na internet, Zhang é tratada "como um animal"Foto: Reprodução (Mirror)

Zhang teria sido forçada a viver nesse local, que fica em um prédio em ruínas e é de propriedade, de acordo com o jornal Austrian Times, dos pais dela — o jornal reproduz depoimentos colhidos por publicações chinesas. A mulher foi colocada ali, onde passou a viver em condições desumanas, por ordens dos pais .

O lugar, com montes de sujeira, fica em Jingang, na província de Hubei, região central da China. Foi escolhido pelos pais para punir Zhang. Em 2009, eles reprovaram o namorado de Zhang e brigaram com ela por causa disso Foto: Reprodução (Daily Mail)

Fizeram ameaças e acabaram se decidindo pela crueldade de trancar a filha no galpão abandonado, numa área deteriorada da cidade


Os pais alegam algo inacreditável, absurdo, para justificar o crime: dizem que a filha sofre de problemas mentais. O casal argumenta, segundo informaram moradores da região, que a filha é "instável emocionalmente e que fazem isso para a própria proteção dela". Alguns moradores da região colaboram com o cárcere e até vigiam a mulher para que não escape.


Ela tentou fugir várias vezes, mas sempre era impedida e sedada, para não deixar a prisão que os pais criaram para a própria filha


Outros vizinhos dizem que o caso é conhecido na região e também tentam salvá-la. Chow Jen, 50, um dos vizinhos, disse ao jornal Daily Mail: "Os pais dela são pessoas poderosas na região, gente endinheirada, e todo mundo tem medo de interferir", afirmou. "Na última vez que consegui entrar ali, há algumas semanas, vi que ela não conseguia falar. Estava, claro, assustada, e muito abatida. Ela estava em meio a cobertores sujos e pratos com restos de comida. Dá impressão de que não vai resistir por muito mais tempo"


Não se sabe se Zhang foi libertada. O governo chinês censurou e confiscou as imagens da vítima, postadas na internet. Autoridades não comentaram o caso.


Foto: Reprodução (Austrian Times)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial