Frieza: Acusado de matar menina a tiros conta como tudo aconteceu. Escute

segunda-feira, 9 de fevereiro de 20150 comentários

Achando que tinha atingido seu desafeto a tiros na noite deste sábado, o acusado, Marielson Nascimento Gregório, 22 anos, narrou ao repórter Fábio Diniz como tudo aconteceu. Mostrando frieza e suas palavras e achando que tinha atingido seu desafeto “Orelha”, o assassino confesso, afirmou que atirou para matar, pois tinha uma rixa antiga com o inimigo.

Em suas palavras, Marielson afirmou que a vítima dos tiros (que ele achava que era Orelha), teria, de fato, tentado se proteger por traz da criança, tentando usando a mesma de escudo.

Já o delegado Feitosa, confirmou a Fábio, essa versão de Marielson, de que a vítima Severino Cavalcante Nunes, teria de fato usado a criança como escudo.

Em comentário aqui no Patosonline.com, o delegado Rônis Fernandes, também confirmou essa versão, e ainda trouxe a confirmação de que o acusado Marielso, teria se confundido e atirado no vizinho de Orelho.

Veja os comentários do delegado Rôni:


Rônis Fernandes

Agradeço a todos os profissionais de imprensa e aos Policiais Civis e Militares. As informações desencontradas ocorrem na busca de uma solução rápida contra o crime, porém venho conclamar as pessoas de bem, que são muitas, para que continuem contribuindo com o Disque Denuncia da Polícia Civil 197, pois o anonimato e sigilo são absolutos. O trabalho policial prossegue com sigilo estabelecido pela Lei, e após concluídas as investigações, a população terá o seu direito à informação, como sempre ocorre com a divulgação pela imprensa.

Rônis Fernandes

Foi o HOMICIDA Marielson em sua versão, confirmada na entrevista que deu, quem disse que a segunda pessoa atingida foi na direção da criança após os disparos e se posicionou atrás da mesma, achando que com isso iria cessar os disparos, o que não ocorreu, pois o homicida não pensou na criança, assumindo o risco de atingi-la, o que de fato ocorreu, estando indiciado por HOMICÍDIO duplamente qualificado e PORTE ILEGAL de arma de fogo. SENDO ESSA A VERSÃO DO HOMICIDA MARIELSON. Prosseguindo as investigações, pois as informações são checadas e confirmadas. No decorrer do trabalho, foi esclarecido que Marielson teria se confundido e atirado no vizinho do seu inimigo, o qual se encontra hospitalizado, e seu inimigo de fato não estaria na calçada

Rônis Fernandes

O Inquérito Policial está na fase inicial, e praticamente no 1º dia já com o réu confesso no PRESÍDIO (MARIELSON) com sua prisão PREVENTIVA solicitada por mim e mais uma ARMA DE FOGO fora de circulação. E a responsabilização criminal será para todo aquele que contribuir para o crime de qualquer maneira, de forma dolosa (intencional) ou por imprudência, e até assumindo o risco de produzir o resultado do crime com sua conduta, e as investigações estão avançando na busca de mais indícios e evidências. Caso não se comprove a versão alegada por MARIELSON, a sua situação jurídica se agravará pela obstrução da JUSTIÇA.
A Polícia Civil conta com o apoio das denúncias anônimas pelo 197, pois toda ajuda é bem vinda. Obrigado.



Escute a baixo com exclusividade as falas do acusado e do delegado Feitosa:







Patosonline.com
Compartilhe esta notícia :

ÚLTIMAS VISITAS

WHATSAPP CZAGORA

WHATSAPP CZAGORA

Seguidores

TV DIÁRIO DO SERTÃO

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. Cz Agora - Todos os Direitos Reservados
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger