terça-feira, 5 de agosto de 2014

Acabou o mistério! Veja o que causou a cratera na Rússia

Cratera na Rússia 

Você se lembra da cratera misteriosa que apareceu no “fim do mundo”, na Rússia? O mistério sobre o que causou o enorme buraco parece ter chegado ao fim: cientistas chegaram à conclusão de que ela foi resultado de uma explosão do gás metano.

Um artigo publicado na revista Nature explica que um degelo lento e constante na região da cratera pode ter causado uma explosão de gás metano. De acordo com o arqueólogo do Centro Científico de Estudos do Ártico em Salekhard Andrei Plekhanov, o ar dentro da cratera tinha uma concentração alta de metano, acima de 9,6%, sendo que o normal seria de apenas 0.000179%.

O motivo mais aceito pelos pesquisadores para esse aumento anormal dos níveis de metano é o aquecimento global. A cidade em que a cratera apareceu, Yamal, teve dois verões atípicos em 2012 e 2013, com temperaturas acima da média. Como as temperaturas subiram, o gelo permanente pode ter derretido e liberado o metano que estava preso no chão próximo ao buraco.


Cientistas já possuem fortes evidências de que uma explosão do gás metano explica o surgimento da cratera, mas eles dizem que farão mais visitas ao local para coletar mais informações.

As duas outras crateras que apareceram na Rússia ainda não foram suficientemente analisadas para que pesquisadores chegassem a alguma conclusão, mas é provável que o cenário em que elas surgiram seja bastante parecido.


Do R7
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário