sexta-feira, 30 de maio de 2014

Joaquim Barbosa faz visitas ao Executivo e Legislativo e diz que deixa o Supremo

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, fez na manhã desta quinta-feira (29) um "giro" pela Praça dos Três Poderes. Mais cedo, Barbosa se reuniu com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto. A surpresa veio quando ele anunciou que deixará o Supremo para se aposentar, em junho.

Uma visita ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também estava agendada, assim como um encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).
Barbosa avisou colegas do STF sobre redistribuir mensalão

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, teria avisado nessa quarta-feira aos colegas da Corte, que iria redistribuir o processo do mensalão. De acordo com um dos integrantes da Corte, já era um indicativo de que ele se aposentaria, pois o regimento não prevê a redistribuição de processos que estejam em um gabinete.

Na conversa reservada que teve ontem, Barbosa não avisou que deixaria o tribunal no próximo mês. No entanto, servidores do tribunal já começavam a discutir os preparativos da posse do ministro Ricardo Lewandowski, atual vice-presidente da Corte.

Oficialmente, o processo do mensalão permanece no gabinete de Joaquim Barbosa, assim como os detalhes da execução das penas dos mensaleiros. Ainda não há definição se o próprio Joaquim Barbosa levará a plenário os recursos contra a negativa de trabalho externo para parte dos condenados, incluindo o ex-ministro José Dirceu. Se a distribuição do processo for feita imediatamente, caberá ao próximo ministro a decisão de quando levar o caso a plenário.

A notícia sobre a saída de Barbosa do STF foi dada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que o recebeu agora pela manhã em seu gabinete. Antes, Barbosa teve uma audiência com a presidente Dilma Rousseff. O encontro de Barbosa com Dilma durou menos de 15 minutos, no Palácio do Planalto, e a audiência foi convocada a pedido dele. A assessoria da Presidência da República não informou oficialmente o assunto da reunião.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário