sábado, 15 de fevereiro de 2014

SEIS CIDADES PARAIBANAS REGISTRAM CHUVAS ACIMA DA MÉDIA PREVISTA PARA O MÊS

Em seis cidades paraibanas já choveu acima da média prevista para este mês. O município com maior volume acumulado é São João do Rio do Peixe, onde a média de chuvas em fevereiro é de 171,1 milímetros e até ontem, os pluviômetros marcaram 220 mm, um aumento de 28,6%. Na cidade, as chuvas, que vieram acompanhadas por raios e trovões, causaram inundações. Um bairro inteiro ficou alagado e mais de 10 casas foram danificadas.

A Defesa Civil do Estado explica que os problemas ocorrem porque as cidades não se preparam para enfrentar os desastres nos períodos chuvosos. Em Poço José de Moura, Mari, Triunfo, Mato Grosso e Guarabira, também choveu acima da média. A previsão da Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa) é que as precipitações continuem pelos próximos dias, com maior concentração no Sertão do Estado.

Até a madrugada de ontem, a chuva que caiu em São João do Rio do Peixe, marcou 70 milímetros que, somada às chuvas ocorridas durante a semana, chegou ao acumulado de 220 mm. A precipitação se concentrou na zona urbana e o volume de água elevou o nível do Rio do Peixe, no trecho que fica na cidade.

De acordo com o secretário de Infraestrutura de São João do Rio do Peixe, Carlos Mangueira, as chuvas que caíram nos últimos três dias, foram o suficiente para alagar várias ruas, mas o bairro mais castigado foi o Adelino Pinto, onde praticamente todas as ruas ficaram intransitáveis.

“Muita água se acumulou e pelo menos 10 casas foram danificadas, mas sem grandes problemas. Não foi preciso remover nenhuma família de suas residências. Está sendo preciso usar máquinas retroescavadeiras para limpar a área e fazer serviços paliativos para evitar maiores danos. Se chover mais, tememos que a situação se agrave”, disse. Na última quarta-feira, o teto de um mercado de frutas desabou na cidade.

JornalCorreiodaParaiba
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário