quarta-feira, 12 de junho de 2013

Juazeiro do Norte; Mulher é morta em latrocínio e polícia já tem três suspeitos


Demontier Tenório////(Foto: Michel Dantas/Agência Miséria)

Filha e esposa de “Marcinho” se desespera ao ver sua mãe, Josefa Lourenço da Silva, de 45 anos, morta com dois tiros na cabeça (
Um caso de latrocínio registrado por volta do meio dia desta quarta-feira no bairro Pedrinhas em Juazeiro do Norte está sendo investigado pela polícia. Josefa Lourenço da Silva, de aproximadamente 45 anos, que residia na Rua Francisco Neudo Cruz, 16 da Vila Nova (Bairro Pedrinhas), foi morta com dois tiros na cabeça. Ela trafegava em seu Fiat Uno de cor vinho e placas HWD-3429, inscrição do Ceará, pela estrada do bairro às margens da via férrea quando o carro foi interceptado por dois jovens em uma motocicleta.

O veículo era dirigido por seu genro Francisco Marciel da Silva, de 26 anos, o Marcinho, residente perto da sogra. Ele acusou a dupla de ter apontado armas para sua cabeça e da mulher na qual atirou após esta ter rodeado o veículo e tentado correr. Os rapazes levaram a bolsa de Josefa com cerca de R$ 10 mil em dinheiro. De acordo com o genro, iriam comprar tijolos para uma reforma que a vítima está fazendo em sua casa. A polícia foi avisada e militares de Juazeiro e outros vindo de Missão Velha se puseram a caminho em diligências à procura dos acusados.

“Marcinho”, que é genro da vítima, foi acusado pela dupla de assaltantes de ter levado a mulher para o “cheiro do queijo”

Na entrada para o Sítio Gavião uma equipe da Força Tática de Apoio – FTA Carro se deparou com os dois na moto Yamaha Factor de cor vermelha e placa NUQ-0070, inscrição de Juazeiro, usada na ação os quais abandonaram e tentaram fugir por dentro do mato não conseguindo. Luciano Henrique Fabrício, de 18, reside na Rua Maria das Dores, 492 e o menor G. D da S., de 17 anos, no mesmo bairro Pedrinhas. Eles confessaram o assalto, mas negaram os disparos atribuindo-os ao próprio “Marcinho” acusado pela dupla de ter levado a sogra para o “cheiro do queijo”.

Com eles, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com seis cartuchos intactos e mais de três de sobressalência no bolso de um dos rapazes e outro revólver calibre 32 com dois cartuchos deflagrados. Além disso, a bolsa de Josefa e o dinheiro já escondido na cintura de um deles, bem como luvas cirúrgicas. “Marcinho” negou e todos foram levados para a 20ª Delegacia Regional de Polícia com o apoio do Ronda do Quarteirão e militares do Serviço de Inteligência para serem investigados.

A polícia já sabe que Josefa havia recebido R$ 17 mil de um seguro e que o genro tinha tentado conseguir um dinheiro com a mesma que se negou. Houve atritos contornados depois. Ontem, a mulher havia apanhado um dinheiro no banco para comprar um fogão e os tijolos para a ampliação de sua casa. As suspeitas são de que Marcinho tenha planejado o assalto com seus comparsas. Foi a nona mulher morta este ano na região do Cariri, sendo a terceira só em Juazeiro, onde 59 pessoas foram assassinadas com duas neste mês de junho.

Com a dupla, a polícia encontrou, um revólver calibre 38 com seis cartuchos intactos e mais de três de sobressalência no bolso de um dos rapazes e outro revólver calibre 32 com dois cartuchos deflagrados (Foto: Michel Dantas/Agência Miséria)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial