segunda-feira, 6 de maio de 2013

Luiz Gonzaga é assassinado em Orós e mulher ateia fogo em corpo de agricultor em Ipaumirim


Richard Lopes/// (Foto: Richard Lopes/Agência Miséria)

Luiz Gonzaga da Silva, 63 anos, conhecido por Luiz Tezinho e Francisco Rademaker Almeida de Souza, 47 anos, conhecido como Chico Velho. (Foto: Richard Lopes/Agência Miséria)
Um crime de morte ocorrido as 6 da manhã do último domingo (05), em um curral da Vila Igarói, município de Orós, está intrigando a polícia local. O agricultor Luiz Gonzaga da Silva, 63 anos, conhecido por Luiz Tezinho, foi morto com um tiro de escopeta quando se encontrava tirando leite do gado.

O disparo foi ouvido pelo filho do agricultor, o jovem Luiz Sérgio Lima Silva que ao chegar no curral encontrou o pai agonizando. Luiz ainda chegou a presenciar o criminoso correndo, mas não conseguiu identificar a identidade do homem que assassinou seu pai, que segundo ele, era uma pessoa “tranquila e benquista na cidade, sem nenhum inimigo.”

Maria jogou uma garrafa de álcool no corpo de Francisco e ateou fogo.
Um dia antes, uma mulher ateou fogo no corpo do seu suposto ex amante, na localidade de Alto Bandeirantes, na cidade de Ipaumirim. Francisco Rademaker Almeida de Souza, 47 anos, saiu de sua casa, apresentando sinais de embriagues para tirar satisfações com a família de Maria de Fátima com quem mantinha relacionamentos.

No meio da discussão, Maria jogou uma garrafa de álcool no corpo de Francisco, também conhecido como Chico Velho, e ateou fogo. Chico sofreu queimaduras em partes do corpo e foi internado em estado grave no Hospital de Ipaumirim. Maria foi autuada por tentativa de homicídio e encaminhado para delegacia de Icó.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário