Padre que defende homossexuais diz estar "honrado" após excomunhão

terça-feira, 30 de abril de 20130 comentários

Foto: Luly Zonta/Agência Bom Dia
Mais de mil pessoas lotaram igreja em Bauru no domingo de manhã para de despedir das missas celebradas pelo Padre Beto

Beto optou por não se retratar e pediu afastamento da Igreja no último sábado. Ontem, o bispo disse que não aceitaria o pedido e publicou a excomunhão.

Para comentar a excomunhão, usou sua página numa rede social.

"Eu me sinto honrado em pertencer à lista de muitas pessoas humanas que foram assassinadas e queimadas vivas por pensarem e buscarem o conhecimento. Agradeço à Diocese de Bauru", afirmou.

O padre, que já era bastante conhecido em Bauru, ganhou atenção da imprensa nacional e internacional.

Na manhã de hoje, concedeu entrevistas a emissoras de rádio, TV e jornais. Uma das universidades em que dá aula chegou a ser "invadida" por jornalistas que queriam ouvi-lo.

Fieis admiradores do padre estão se preparando para realizar um protesto. Uma moção de repúdio on-line contra a excomunhão já reunia mais de 2.000 adesões no início da tarde desta terça-feira (30).

 A excomunhão do padre foi divulgada ontem pela Diocese de Bauru. Em comunicado, a diocese diz que Beto cometeu "gravíssimo delito de heresia" e traiu o "compromisso de fidelidade à Igreja a qual ele jurou servir no dia de sua ordenação sacerdotal".

Beto havia recebido prazo do bispo de Bauru, Caetano Ferrari, 70, para se retratar e "confessar o erro" cometido em declarações divulgadas na internet nas quais afirma que existe a possibilidade de amor entre pessoas do mesmo sexo, inclusive por parte de bissexuais que mantêm casamentos heterossexuais. 
Compartilhe esta notícia :

Postar um comentário

ÚLTIMAS VISITAS

WHATSAPP CZAGORA

WHATSAPP CZAGORA

Seguidores

TV DIÁRIO DO SERTÃO

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. Cz Agora - Todos os Direitos Reservados
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger