terça-feira, 30 de abril de 2013

Michael Jackson «bêbedo» e «paralítico» quando anunciou últimos concertos

Michael Jackson estava «bêbedo» e «paralítico» quando anunciou aqueles que seriam os últimos concertos da sua carreira e que nunca chegaram a acontecer.

De volta a 2009, o proclamado «Rei da Pop» bebia seis garrafas de vinho por dia para combater a insónia, revela o padrinho dos três filhos Mark Lester. O artista estaria «paralítico», razão pela qual quando anunciou os espectáculos «This Is It» na O2 Arena de Londres apenas foi capaz de fazer um discurso mínimo.

«O Michael desmaiou na cama do hotel. O médico contou que ele já tinha bebido dois terços de uma garrafa de whisky e estava paralítico», descreveu ao Sun.

«Ele ficou sóbrio para o discurso do «This Is It»», relatou ainda Lester. A verdade é que a família Jackson alegou, em tribunal, que a promotora AEG tinha contratado um «duplo» de Michael Jackson para anunciar os concertos.

«O Paris, a Prince e a avó acreditam que havia um Michael Jackson falso envolvido. Até contraram detectives para descobrir», declarou uma fonte ao Daily Star.

A especialista em linguagem corporal Bianca Cobb tende a concordar. Em declarações à Fox News, defendeu que «o homem dos vídeos não é o Michael Jackson» e aponta detalhes como a forma de caminhar e o andar de cabeça para baixo como traços que distinguem o original e o suposto duplo.


Fonte: Internet
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário