sábado, 6 de abril de 2013

Homem morre após beber uma garrafa de cachaça em 8 minutos no interior da PB




O desempregado José Leandro do Nascimento, 30 anos, veio a óbito após ingerir mais de um litro de cachaça no intervalo de 8 minutos, conforme informou a Delegacia Distrital da cidade de Remígio, na região do Brejo paraibano.
O caso foi registrado nesta sexta-feira (5), no bairro na comunidade Padre Cícero.
Segundo a Polícia Civil, a mãe do jovem informou que ele estava em um processo de recuperação do vício do álcool. José Leandro estava com viagem marcada para João Pessoa onde seria internado para o tratamento no Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS), porque Remígio não dispõem de uma unidade especializada do CAPS.

Durante depoimento à Polícia, a mãe do rapaz disse que o filho saiu de casa e ficou perambulando nos bares da cidade pedindo bebida. "Algumas pessoas ofereceram bebida alcoólica a ele dizendo que teria que ingerir em curto espaço de tempo. Daí em cerca de 8 minutos, o jovem consumiu mais de uma garrafa de cachaça", relatou o agente.

Embriagado, José Leandro retornou pra casa e foi dormir. Horas depois familiares tentaram acordá-lo e perceberam que ele estava sem os sinais vitais. Após a morte ser confirmada, um oficial do cartório, na presença de duas testemunhas, confeccionou o atestado de óbito, conforme informou a delegacia local.
Na cidade do interior da Paraíba não existe médico e nem unidade do Serviço Médico de Antendimento Móvel de Urgência (Samu). “Como se trata de uma morte natural, neste caso o cartório pode registrar o óbito. Mas, na cidade não tem um departamento de verificação de óbito, nem existe uma unidade do Samu aqui em Remígio. Médicos só em dias alternados”, contou o policial civil.

A delegacia vai abrir um processo para investigar se houve negligência das pessoas que ofereceram bebida alcoólica a José Leandro.


SÃO BENTO AGORA PB Com Correio
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário