quarta-feira, 20 de março de 2013

Corpo de alpinista paraibano é achado no Aconcágua, diz Itamaraty

Josenildo queria chegar ao cume do Monte
Aconcágua (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)


O corpo do alpinista paraibano Josenildo Correia da Silva, que estava desaparecido há duas semanas na Argentina, foi encontrado por volta das 13h desta quarta-feira (20) no Monte Aconcágua. A informação foi passada pela assessoria do Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), baseada na confimação da Guarda Florestal do Monte Aconcágua.

Segundo familiares de Josenildo, a esposa dele, Alessandra Pereira, que viajou para Mendoza no dia 13 de março para acompanhar as buscas de perto, tinha o retorno previsto para esta quarta-feira (20), mas adiou a volta. Ela deve retornar ao Brasil apenas na sexta-feira ou no sábado, trazendo o corpo. Antes de partir para o Aconcágua, Alessandra se mostrava otimista. “Não vou abandonar as buscas enquanto eu não tiver uma explicação, enquanto essa história não for esclarecida”, explicou à época.

De acordo com a assessoria do Itamaraty, a temporada de visitas ao monte acaba nesta quarta-feira (20) por conta das mudanças climáticas do local com a chegada do outono.

Desaparecimento
Josenildo Correia da Silva desapareceu no dia 6 de março quando tentava chegar ao topo do Monte Aconcágua, com outros quatro brasileiros, sendo três paulistas e um mineiro. Segundo o empresário paulista Paulo Cesar Bussamara, que fazia parte do grupo, as condições climáticas no monte estavam difíceis e a equipe foi se desfazendo aos poucos.

O objetivo da expedição, conta o empresário, era chegar ao cume do monte Aconcágua, que tem quase 7 mil metros de altitude. “Josenildo estava muito obstinado em chegar ao topo. Ele disse que desta vez não tinha ido ao Aconcágua de brincadeira”, afirmou Bussamara.


Do G1 PB
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário