domingo, 3 de fevereiro de 2013

Vacina promete curar alcoólatras


A vacina funcionaria diretamente no fígado do paciente. A ressaca é gerada quando o álcool é metabolizado no órgão. Mas, com uma dose da vacina (que dura até seis meses), o processo de eliminação dos subprodutos do álcool no organismo demoram mais, prolongando a ressaca e aumentando seus efeitos.

Uma vez que a vacina for injetada não há como reverter o processo – pelo menos não durante os seis meses em que sua substância fica ativa no corpo do paciente.

Testes em ratos já se mostraram eficientes e o tratamento em humanos deve ser iniciado, ainda em fase de testes, em novembro deste ano. Se tudo correr bem, a vacina poderá estar no mercado em até 2 anos.

Fonte: O Debate
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário