quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Papa denuncia 'hipocrisia religiosa' em sua última missa

O papa Bento XVI denunciou nesta quarta-feira a "hipocrisia religiosa" e as "atitudes que buscam os aplausos e a aprovação" na missa de Quarta-Feira de Cinzas, a última de seu pontificado antes de sua renúncia definitiva, no dia 28 de fevereiro.

Vestindo uma casula violeta, o Papa entrou na Basílica de São Pedro com um semblante cansado enquanto os cardeais e bispos cantavam "Ora pro Nobis" (Orai por nós).

"A qualidade e a verdade da relação com Deus é o que certifica a autenticidade de todos os sinais religiosos", disse Bento XVI antes de denunciar a "hipocrisia religiosa, o comportamento dos que querem aparentar, as atitudes que buscam os aplausos e a aprovação".

O Papa anunciou na segunda-feira que renunciará no dia 28 de fevereiro por motivos de saúde. Nesta quarta-feira, em sua primeira aparição pública após o anúncio, justificou sua decisão "pelo bem da Igreja".


AFP - Agence France-Presse
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário