segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Nova Lei Seca: Rigidez da operação faz Paraíba investir em reboques públicos

O superintendente do Detran-PB, Rodrigo Carvalho, comentou sobre a rigidez da nova Lei Seca e apresentou a preocupação social do Governo do Estado em executar a operação da forma mais adequada. De acordo com Carvalho, em apenas 2 anos, 16 reboques teriam sido adquiridos no intuito de suprir,logisticamente, a operação. 

Segundo o superintende as mudanças previstas para a Lei seca são necessárias e o investimento do Estado em melhores condições para que a operação aconteça é essencial. Para Carvalho, a aquisição dos reboques, iniciadas ainda em 2011, foi “uma atitude acertada do Governo do Estado que já havia se antecipado frente uma verdadeira preocupação social”. 

O superintendente declarou que a utilização de reboques pelo Detran e Bptran servem como suporte estrutural a Operação Lei Seca, uma vez que o emprego dessas ferramentas diminuem o dispêndio dos condutores irregulares. “O Estado está disponibilizando uma estrutura que faz com que o gasto do cidadão, que está tendo seu veículo recolhido e multas para arcar, diminua”, disse. 

De acordo com Carvalho, em 2011 foram adquiridos 6 reboques, dos quais 5 foram destinados ao BPTRANS. Por uma licitação de 2012, 10 novos reboques estão sendo esperados pelo órgão.



Cybele Soares/ Fernando Braz
paraíba.com.br



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário