segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Fortaleza-CE: Corpo queimado na hora do velório


O clima de violência na Barra do Ceará levou a Polícia Militar a realizar uma operação de ocupação durante todo o fim de semana passado. (Foto: José Leomar)


Um grupo armado invadiu uma residência, na Barra do Ceará (Fortaleza), onde estava ocorrendo um velório. Os criminosos atearam fogo no corpo de Josué Menezes de Sousa, conhecido pelo apelido de ´Jojó´, que havia sido assassinado na noite da última sexta-feira naquele bairro. No local, houve uma grande correria. A Polícia foi chamada e o comandante do 5ºBPM, tenente-coronel Francisco Souto determinou que fosse realizada uma varredura na área com objetivo de prender as pessoas que fizeram isso.

Policiais do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) realizaram várias buscas na região e apreenderam um adolescente, suspeito de ter participado da invasão à casa de "Jojó". Ele estava com uma arma de fogo. O garoto foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Rivânia Menezes, tia de ´Jojó´ contou que os invasores estavam encapuzados e armados com pistolas. Eles retiraram as pessoas da sala, jogaram gasolina no caixão e atearam fogo. O corpo crivado de balas ficou carbonizado, além de outros objetos da funerária e da casa. Dois criminosos, conhecidos como Denilson ´Piolho´ e ´Cérebro´, que são da comunidade do Gueto, foram apontados pelos familiares do morto como responsáveis pela ação criminosa.

´Jojó´ foi assassinado com 15 tiros de pistola juntamente com Adriano Saraiva Nascimento. O motivo do crime seria a briga pelo controle do tráfico de drogas nas comunidades do Sete Prédios e Gueto.

Cunhado

Por volta de 21 horas de anteontem, Antônio Ramos da Rocha, 23, mais conhecido por "Ratinho", cunhado de ´Jojó´, também foi morto, O crime ocorreu em Pau Serrado, Maranguape.

Fonte: Diário do Nordeste
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário