Concurseiros estudam com material alternativo

sábado, 9 de fevereiro de 20130 comentários

Apesar do Carnaval que se aproxima, Christiane Tomaz trocou a diversão do feriado pelos livros e apostilas. Todos os dias ela segue em casa uma rotina rígida de estudos, com horários rigorosamente cumpridos, objetivando aprovação em concurso público. O método de estudo, considerado simples e de baixo custo, alia videoaulas online, manuais, apostilas, livros e bastante disciplina. Fórmula eficaz para obter resultado positivo nos certames, segundo a concurseira.

Disponível na internet, as videoaulas preparatórias para concurso são uma oportunidade para quem opta por estudar em casa ou reside em municípios do interior, onde não há oferta de cursinhos preparatórios. Já as apostilas podem ser facilmente adquiridas nas bancas de jornal.

Com formação em Direito, Christiane Tomaz almeja uma vaga através de concurso na Advocacia Pública Federal, Estadual ou Municipal. Para isso, estuda durante sete horas de segunda-feira a sexta-feira, revezando duas matérias por dia, e ainda reserva entre três e quatro horas do final de semana para revisar o conteúdo.

“Alcançam a aprovação todos aqueles que persistem nos seus objetivos, com paciência e determinação. Tudo vai depender da disciplina e do foco que a pessoa consegue manter”, frisou Christiane Tomaz.

Já a sua irmã, Alinne Tomaz, que já fez cursinho preparatório, afirma que não adianta apenas assistir aulas, é necessário estudar bastante em casa e resolver questões da banca do concurso que irá prestar. Ela optou por estudar em casa em virtude da comodidade, além de evitar possíveis empecilhos com o trânsito e distrações durante aulas em cursinhos preparatórios. “Além de não pagar para estudar em uma biblioteca, não pego trânsito e tenho acesso a todos os materiais e aulas online”, destacou Alinne.

A mesma opinião é compartilhada por Christiane Tomaz. “O concurseiro precisa se comprometer com as suas metas. Distrações há em qualquer lugar”, revelou.

A rotina de estudos das concurseiras inclui intervalos para descanso, de 15 minutos pela manhã e 30 minutos à tarde. Medida importante para manter o equilíbrio e assimilar melhor o conteúdo, de acordo com a psicóloga educacional, Girlene Vieira. Uma pausa para beber água e até mesmo para se atualizar com o conteúdo que está passando na televisão, é suficiente.

“Você não precisa ficar quatro horas seguidas estudando. Essas pausas servem até para que o concurseiro relaxe um pouco o organismo. Também é importante dividir o tempo de estudo de acordo com cada conteúdo que você precisa estudar”, recomendou Girlene Vieira.

As apostilas e videoaulas postadas em um canal de vídeos da internet auxiliaram o empreendedor individual, Natanael da Silva, de 19 anos, a ser aprovado no concurso público para técnico administrativo do Governo do Estado. Na retal final da preparação para o certame, ele afirma ter estudado durante 15 horas.

“Eu só estudei em casa e as apostilas e videoaulas foram essenciais para a minha aprovação. Até novembro eu estudava entre quatro e cinco horas por dia, mas no mês de dezembro eu intensifiquei os estudos, já que também mesclava o conteúdo para o concurso de técnico administrativo e concurso do Banco do Brasil. Mas fazia sempre pausa de 15 minutos e retomava a rotina”, revelou Natanael Silva.

Quem opta por estudar em casa deve estar atento ao melhor método que se adapta às suas necessidades e que possa possibilitar melhor assimilamento do conteúdo a ser estudado, sejam os métodos multimídia ou os mais tradicionais. Além disso, a disciplina e a concentração são essenciais durante a rotina de estudos.


Michelle Scarione
Do Jornal da Paraíba
Compartilhe esta notícia :

Postar um comentário

ÚLTIMAS VISITAS

WHATSAPP CZAGORA

WHATSAPP CZAGORA

Seguidores

TV DIÁRIO DO SERTÃO

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. Cz Agora - Todos os Direitos Reservados
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger